Personagens

fanart by bencurtis
Este estudo traz uma lista sobre as origens dos nomes pessoais na série Harry Potter, levando em conta os significados em diversos idiomas, as sugestões sonoras e ousando relacionar os personagens a outros da biografia da autora, da história, da arte, da literatura, da mitologia, da astronomia, da heráldica, da hagiologia.

Só foram considerados personagens canônicos dos livros escritos por J.K Rowling, mas em casos quando o personagem existe no livro mas tem seu nome revelado apenas em entrevista com a autora o nome pode ser encontrado – afinal é “canon”. A lista não está completa.

Nos casos de duas versões traduzidas do mesmo nome original (Cátia/Katie), deve-se buscar a mais comum. No caso de dois personagens pro mesmo nome traduzido (Pedro – Peter/Piers), na explicação ambos serão abordados. Epítetos estão juntos ao nome. Os nomes estão em ordem alfabética da versão traduzida por Lia Wyler e seguem a convenção representada abaixo.

Nome na versão Brasileira (Nome no original) – Possíveis origens para o nome e explicação para a tradução (quando necessário), além de referências clássicas ou populares.

A

● Abbott – De origem cristã, deriva de Abbot (do siríaco Abba, “pai”), designando o soberano de uma abadia. Hans Holbein, o Jovem, foi um artista do século XVI que desenhou em 51 desenhos o tema alegórico da Dança Macabra (em que a Morte personificada, dançando, conduz personagens de diversos estratos sociais ao fim da vida). A figura do abade – Abbot – na obra é particularmente recorrente. Em HP, Ana também parece estar sendo cercada pela Morte, se analisarmos sua condição de mestiça nos acontecimentos do segundo ano em Hogwarts e o assassinato da mãe no sexto.

● Abercrombie – É o nome de uma paróquia em Fife, Escócia. Aber pode ser um terreno pantanoso, com dois ou mais córregos. Crombie ou crumie significa curvo, tortuoso. Portanto, algo como “pântano dos córregos tortuosos”. Em HP, é aluno da Grifinória.

● Aberforth – Em Irlandês, Aber significa “vindo do rio ou pântano”,. Forth – que, também em Irlandês, remete a “rio negro” – é o nome de um dos maiores rios da Escócia. Pode significar “oriundo do rio Forth”. Em HP, é o irmão do diretor Dumbledore.

● Abraxas – Na demonologia cristã, Abraxas (ou Abracax) é um demônio com cabeça de galo, corpo de homem e pés em forma de serpentes, que sempre carregava consigo um chicote. Na numeração grega, o nome tem sete letras, sendo então frequentemente gravado em amuletos e pedras místicas dos gnósticos. É uma provável origem da palavra “abracadabra”, usada originalmente para o trato religioso de pestes e doenças – o que é muito cabível a um bruxo perito em poções, como o avô de Draco.

● Ackerley – Nome topográfico para um campo comum dividido em parcelas diferentes de tamanho. Talvez um diminutivo de aker, Inglês Médio para “acre”, “campo”. Em HP, é aluno da Corvinal.

● Adalberto (Adalbert) – Do Alemão Antigo, vem de adal – “nobre” e beraht – “brilhante”. Foi um pregador francês do século VIII banido pela Igreja Católica. Ao ser impedido de seu encargo, passou a pregar no campo, ao ar livre, e, posteriormente, em igrejas que seus seguidores construíram para ele. Dizia ser capaz de ler pensamentos, ver o futuro e invocar os demônios com orações místicas. Distribuía aparas de suas unhas e mechas de seu cabelo como amuletos poderosos. Tendo conquistado muitos seguidores, foi excomungado e fugiu da custódia, pregando por mais dois anos, quando foi preso por blasfêmia e morto na cadeia. Em HP, sua “Primeira Lei Fundamental da Magia” estabelece: “Somente interfira com os mistérios mais profundos – a origem da vida, a essência do eu – se estiver preparado para enfrentar as consequências mais extremas e perigosas.”

● Adriano (Adrian) – Do nome romano Hadrianus – “de Hadria” em latim. Muitos santos e seis papas se chamavam assim, era um nome popular na Idade Média. Em HP, é artilheiro da sonserina.

● Ágata (Agatha) – Deriva do grego, significando “bom”. Santa Águeda (Agatha) de Catânia foi uma mártir das tradições cristãs, lembrada em pedidos de proteção a terremotos. Em HP, temos Ágata Chubb, especialista em artefatos mágicos antigos, e Timms, fazendeira de enguias.

● Agnes – Latinizado do grego hagnós, designa “castidade”, “pureza”. Santa Inês (Agnes) é uma mártir da Igreja Católica. Sua história relata que, ao negar adoração aos deuses de Roma, foi exposta nua num prostíbulo. Um anjo desceu dos céus para protegê-la das investidas dos homens e seus cabelos cresceram maravilhosamente, cobrindo todo seu corpo. Atearam-lhe, então, fogo, mas as chamas não a tocaram, voltando-se contra os algozes. A moça acabou decapitada. Em HP, é uma paciente em Saint Mungus que tem a cabeça completamente coberta por pêlos devido a um dano permanente causado por feitiço.

● Agouro (Bane) – No Inglês Moderno, significa “aquele que traz a ruína ou infortúnio”, do Antigo bana – assassino, e do Proto-Alemão banon – ferida. Em HP, é um centauro da Floresta Proibida.

● Agripa (Agrippa) – Heinrich Cornelius Agrippa von Nettesheim foi um alemão alquimista, astrólogo, teólogo, físico, historiador e o mais influente escritor de ocultismo na renascença. Depreciava o conhecimento empírico e considerava o mundo como um todo orgânico regido por um espírito universal. Viveu em peregrinações e foi perseguido. Nunca rejeitou a magia em sua totalidade, mas se retratou de suas teorias num manuscrito chamado “De occulta philosophia libri tres”. Em HP, é retratado numa das poucas figurinhas que Rony não tem.

● Aidan – Do Irlandês Antigo Aedh “fogo”, ou “chama” e án, que indica diminutivo. O nome aparece em diversas lendas irlandesas. Em HP, é o apanhador da Seleção Irlandesa na Copa Mundial.

● Alastor – Em Grego Antigo, significa “vingador do crime”. O nome é usado para diversos personagens importantes para a mitologia grega. Na Ilíada de Homero, Alastor é um generoso combatente ao lado dos aqueus, na Guerra de Troia. Na demonologia cristã, Alastor é encabido de aplicar a justiça no Inferno. Chamado de “O Carrasco”, lidera um grupo de demônios militares de elite responsáveis por capturar e destruir os demônios fugitivos – bem como Moody é lembrado como um grande líder em missões para a Ordem da Fênix, além de ser auror. Outro Alastor, filho de Neleu e Clóris, foi morto por Héracles, por vingança (podemos especular que Moody tenha sido assassinado pelo mesmo motivo, já que mandou a Azkaban uma grande quantidade de comensais da morte). Há ainda mais dois personagens na mitologia com esse nome, embora menos prováveis como inspiração do auror: um liciano assassinado por Odisseu e o epíteto de Zeus, tomado como cruel por derramar sangue da própria família.

● Alberico (Alberic) – O nome sinifica “rei dos elfos” (elbe – elfo+ reix – rei) Alberich é um personagem de sagas mitológicas francas. Na Canção dos Nibelungos, um épico medieval escrito em Alto Alemão Médio, ele é um anão e um poderoso mago, guardião do tesouro dos nibelungos. Possuía um castelo subterrâneo e uma série de relíquias, como um colar de Freyja, o anel de Odin, uma capa da invisibilidade e uma espada mágica. Forja um anel de ouro que é roubado, então ele amaldiçoa a joia para que todos que o usem passem por grande pesar. Em HP, é o inventor da engenhosa bomba de bosta.

● Alberto (Albert) – É uma variação de Adalbert (ver). Em HP, trabalha no Ministério da Magia.

● Alderton – Do Inglês Antigo alor (“dos amieiros”) e tun (“residência”). Desgina algo como “Lar dos Amieiros”. Vários locais na Grã-Bretanha têm esse nome. Em HP, é um dos condenados na Comissão de Registro dos Nascidos Trouxas.

● Aleto (Alecto) – Alecto, a implacável, é uma das três Erínias da mitologia grega, citada na Eneida de Virgílio e no inferno de Dante. São personificações da vingança, que estão sempre em cólera. Das três, ela é a responsável por disseminar as pestes e maldições. Nada melhor para descrever a comensal da morte que invadira Hogwarts no sexto livro, tornando-se professora no sétimo.

● Alexei – Do Grego Antigo alexo – “defensor”, “ajudante”. Em HP, é artilheiro da Bulgária.

● Alfardo (Alphard) – Alphard é o nome de uma estrela da constelação Hydra, a maior de todas as constelações. Entretanto, é a única estrela que se destaca, já que as demais têm brilho muito fraco. O tio de Sirius se destaca por sua generosidade ao doar todo dinheiro que tinha ao sobrinho, sendo inclusive retirado da árvore genealógica, já que fugia à tradição dos Black. A constelação tem a forma de uma serpente, animal símbolo da Sonserina.

● Alfredo (Alfred) – Derivado de ælf “elfo” e ræd “conselheiro”. Pode ser compreendido como um sábio conselheiro. Em HP, é um dos presentes na Comissão de Registro de Nascidos Trouxas.

● Algi (Algie) – Corruptela de Algernon, deriva do Normando aux gernons “que tem bigode”. Alger designa “nobre guerreiro” em teutônico, o que nos faz especular sobre a casa de mais um Longbottom em Hogwarts. O som deste nome parece com “alga”, o que pode aludir à afinidade dos Longbottom com a herbologia. Curiosamente, na peça A Importância de Ser Ernesto, de Oscar Wilde, Algy é um sobrinho de Augusta Fairfax, uma mãe extremamente controladora. Em HP, é um tio-avô de Neville.

● Ali – Do árabe, designa algo ou alguém “sublime”, “majestoso”. Em HP, é um contrabandista de tapetes voadores.

● Alice – É uma versão do Francês Antigo Aaalis, encurtamento de Adelais, que, por sua vez, vem do alemão Adalheidis – de classe, nobreza (adal “nobre” + heid “estirpe, classe”). O Grego Antigo Alétheia, remete a “verdadeira”, “autêntica”. Pelo fenício, chegamos a “defensora”, “protetora”. Dame Alice Kyteler (1280 – ?) foi uma irlandesa acusada de envenenar seus quatro maridos, praticar bruxaria, negar a fé e sacrificar animais para os demônios. Além disso, seus filhos a acusavam de favorecer ao mais velho deles. Ela foi presa, mas fugiu antes de ser queimada, não havendo mais registros sobre ela. Uma seguidora sua foi a primeira pessoa a ser queimada em uma estaca na Irlanda. O filho mais velho foi condenado mas escapou da tortura ao se retratar de sua heresia, tendo somente que escutar três missas por dia durante um ano, alimentar os pobres e pagar um telhado de chumbo para a igreja. Em HP, é a mãe de Neville.

● Alícia (Alicia) – Alétheia é o termo grego para verdade, uma verdade a ser desvendada, uma revelação. Em HP, é artilheira da Grifinória.

● Alvo (Albus) – Albus significa “branco” ou ainda “sabedoria” em latim, além de o termo ser utilizado na Geomancia para apontar bons resultados, para pessoas iluminadas. Albion é um antigo nome para um bretão, de acordo com J.K Rowling. No português, alvo é utilizada para designar a cor branca. Em HP, é o diretor de Hogwarts.

● Amada (Amy) – Amy vem do Francês Antigo Amée – “amado”, “querido”. É uma forma vernácula do nome latino Amata, de onde vem a tradução brasileira. Em HP, era colega de Tom Riddle no orfanato.

● Ambrósio (Ambrosius) – É uma clara alusão ao manjar dos deuses do Olimpo, um doce com sabor ímpar que fazia de quem o ingerisse imortal: ambrosia. A palavra vem da aglutinação do prefixo grego a- (não) com -mbroto (mortal) – o manjar dos imortais. Há um doce feito de leite, ovos e açúcar bastante apreciado no Brasil com esse nome, também. Flume é a palavra inglesa para “calha”, “conduto”. Portanto, o nome do fundador da Dedosdemel pode ser entendido como “fornecedor (conduto) de doces (ambrosia)”.

● Amélia (Amelia) – É uma variante latinizada do nome alemão Amala, de amal – “trabalho”. A escritora Enid Blyton, de quem J.K Rowling revelou gostar muito, tem uma série de livros sobre uma boneca anti-heroína chamada Amelia. É o nome de uma personagem de Angelina Jolie no filme O Colecionador de Ossos (The Bone Collection), baseado no romance policial homônimo de Jeffery Deaver. Na trama, Amelia é uma policial que investiga os crimes de um assassino em série. Em HP, é chefe do Departamento de Execução das Leis da Magia.

● Amico (Amycus) – Amycus era lutador e rei de um povo mítico, na mitologia grega. Foi um duro combatente troiano da Guerra de Troia, derrotado por Cástor quando os argonautas passaram pela Bitínia. Em HP, é um comensal da Morte.

● Amos – Além de ser nome do filho de Néfi, autor dos dois primeiros livros do Livro de Mórmom, Amos é identificado como um profeta da Bíblia oriundo do Reino de Judá. Pregava contra as injustiças sociais e o formalismo religioso. Em HP, era pai de Cedrico, da Lufa-lufa, casa que representa a Humildade, dentre outras virtudes.

● Andrômeda (Andromeda) – Na mitologia grega, Andrômeda deveria ter se casado com seu tio Phineus, a quem já tinha sido prometida, mas, ao ser salva de um monstro pelo herói Perseu, casou-se com este. Em HP, Andrômeda Black casa-se com Ted Tonks, um trouxa, contrariando sua família.

● Angelina – Diminutivo feminino do nome Angelus, do Latim da Idade Média. O termo tem origem grega (“angelos”) e significa “mensageiro”. Em HP, é artilheira da Grifinória.

● Antíoco (Antioch) – Há uma série de reis do Império Selêucida e do Reino de Comagena (províncias romanas) com esse nome (em latim, Antiochus), em geral envolvidos com guerras fratricidas e outras disputas para se manter no poder. Em HP, é o irmão mais velho no Conto dos Três Irmãos.

● Antônio (Antonin) – Antônio é a versão em português e Antonin, em francês ou tcheco, ambos derivados da forma latina Antonius. Antonin Artaud foi um poeta e diretor de teatro francês, conhecido por criar o conceito de Teatro da Crueldade. O autor era tido como louco, tendo passado por diversos manicômios franceses cujos tratamentos hoje são apontados como um tanto duvidosos. Em HP, é um comensal da morte.

● Apolline – É uma versão francesa da forma feminina de Apollonios, nome proveniente do Grego Antigo. Deriva do nome do belo deus grego Apolo. Santa Apolônia é padroeira do cuidado com os dentes. Em HP, é a bela mãe de Fleur.

● Arabela (Arabella) – É um nome Escocês medieval, significando algo como “sempre em oração”, ou “sempre alerta”. Provavelmente uma alusão aos serviços de vigia para a Ordem da Fênix.

● Aragogue (Aragog) – Ara vem do grego –arachn, significando aranha. Gog é o nome de um gigante lendário relatado na Bíblia, importante para a mitologia Britânica e Irlandesa. Em HP, é a acromântula (aranha gigante) de Hagrid.

● Argo (Argus) – Na mitologia grega, Argus era um gigante com uma centena de olhos. Argos (nome de origem pelasga) é o nome de uma cidade ao Sul da Grécia. Foi muito poderosa e temida pelos demais povos durante o Período Micênico. O zelador de Hogwarts é lembrado como um vigilante soturno e muito atento a tudo que acontece no castelo, como se tivesse vários olhos. Além disso, os alunos – em especial os calouros – evitam a sua presença e o respeitam.

● Arthur – De origem incerta, há possibilidades demais para se esclarecer aqui. Pode representar o Rei Arthur do ciclo arturiano, história popular na tradição medieval da Grã-Bretanha cujo primeiro relato remete às crônicas pseudo-históricas de Geoffrey of Monmouth, intituladas Historia Regum Britannieae (“História dos Reis da Bretanha”). Com sua historicidade debatida, foi um líder do povo celta que derrotou os Saxões e diversos outros inimigos ao lado do mago Merlim. Uniu diversos povoados na Grã-Bretanha, no intuito de instaurar a paz e a harmonia dos povos. O pai de Rony tem boas relações com Alvo Dumbledore (este frequentemente apontado como inspirado em Merlim), além de defender a união e harmonia entre os bruxos e trouxas. Há duas versões para a morte do Rei Arthur, mas ambas envolvem uma guerra contra o Imperador Lucius. Desde o segundo livro, o Sr. Weasley foi apresentado como rival do pai de Draco. Arthur Weasley lembra Arthur Wellesley, o Duque de Wellington, que venceu a Batalha de Waterloo.

● Ariana – É uma variação de Ariadne, filha do rei Minos de Creta que, na mitologia grega, foi abandonada por um amor não correspondido: Teseu, o herói grego ávido por aventuras. Dumbledore se culpa de ter abandonado a irmã em alguns dos momentos em que ela mais precisava dele. Nesta época, ele fazia planos de viagens e ambições com seu amigo, atrás de aventuras. Pode ser uma referência à suposta “raça ariana” (do povo Ariano), de pessoas de cor de pele branca, já que é irmã de “Alvo” – que indica a mesma cor.

● Arturo (Arcturus) – O nome é derivado do grego antigo, significando “guardião dos ursos”; referente ao mito de que Zeus colocou Arcturus no céu para cuidar de Arcas e sua mãe Callisto (que foram transformados em ursos – as constelações de Ursa Maior e Ursa Menor), protegendo-as da fúria de Hera. É a quarta estrela mais brilhante no céu terrestre, pertencente à constelação do Boieiro. Em HP, é o nome do meio de Régulo, e sabe-se que o intuito do irmão de Sirius era de guardar a horcrux de Voldemort até que pudesse destruí-la.

● Asafugaz (Witherwings) – Withers é “a parte do cavalo em que os músculos do pescoço e do ombro se juntam”. É a ponta no topo dos ombros e na base do pescoço e é a parte mais alta do cavalo. É o lugar onde as medições são feitas. É o lugar onde as asas atacariam (ou cresceriam) se um cavalo as tivesse. As wings (asas) referem-se às asas de um águia. Wither também significa “perder o frescor, vigor ou vitalidade”. É adequada a mudança do nome de Bicuço para esse depois que Sirius morre.

● Augusta – Feminino do latino Augustus, de augere – “progresso”. O nome significa “venerável”. Augusta Fairfax, a Lady Bracknell da peça A Importância de Ser Ernesto, de Oscar Wilde, é uma incômoda mulher que vive controlando sua filha. Em HP, é a exuberante tia-avó de Neville.

B

● Bagman – Pessoa que coleciona dinheiro. Também pode ser tomado como a junção de bag “mala” com man “homem”: “pessoa mala”, uma expressão para pessoas chatas. Analisando como “homem que carrega uma mala”, remete a um jargão criminal que significa “pessoa que lava dinheiro”, ou “especialista em fazer desaparecer pessoas incovenientes”. Ludo Bagman costumava ter sérios problemas com suas apostas, envolvendo-se em trambiques, além de ser levado a julgamento por suposta ligação com comensais da morte.

● Bagshot – Uma cidade no Surrey, Inglaterra. O nome é concebido como derivado da tribo Bacca e da palavra anglo-saxã para “o lugar de”. Assim, pode designar “local da tribo Bacca”. Sabe-se que a autora de livros de História da magia morou um bom tempo numa aldeia pequena: Godric’s Hollow. Bogshot é um tipo de munição. Junto ao primeiro nome da escritora, esta interpretação pode revelar que a História da Magia seja algo excitante.

● Barrufo/Baruffio (Baruffio) – Baruffi é uma aldeia de elevada altitude na comuna italiana de Impruneta. Em HP, é um bruxo que fez um feitiço errado.

● Bartolomeu “Bartô” (Bartemius “Barty”) – Bartimaeus é o Aramaico para “filho de Timeu” (bar= filho de) – referência figurada a um tratado de Platão sobre a natureza do mundo físico e do conhecimento. Na Bíblia Sagrada, é um cego curado por Jesus, o único deles que não tem pretensão alguma e dá tudo para seguir o caminho de Cristo. O nome Bartolomeu (edição brasileira) tem outra origem, não tendo relação com Bartemius. Bartolomeu remete a “filho de Ptolemaios”, sendo este o nome que resultou na p[t]olis (cidade) grega. Em HP, são, pai e filho, os homens da família Crouch – pai chefe do Departamento de Execução das Leis da Magia e filho comensal da morte.

● Batilda (Bathilda) – De origem no Alemão Antigo, significa “mulher guerreira”. Bathilda foi uma escrava britânica que se casou com o rei dos Francos, Clovis, no século VII. Quando o rei morreu, ela governou como regente até seu filho mais velho alcançar a maioridade. Neste período, levou adiante uma campanha contra a escravidão, e, quando faleceu, a Igreja Católica a reconheceu como Santa. Batilde pode ser uma forma obsoleta para uma palavra que significa “em apuros”. Em HP, é a autora de História da Magia e tia-avó de Grindelwald.

● Beedle, o Bardo (Beedle the Bard) – Provável alusão a São Beda (Bæda, Inglês Antigo), o Venerável. Em HP, é o autor do livro de contos que Hermione ganha de Dumbledore.

● Belatriz (Bellatrix) – Além de uma estrela da constelação Órion, Bellatrix significa “mulher guerreira” em Latim: bellum – relativo a guerra, e -trix – desinência feminina. A comensal da morte é descrita como uma grande guerreira, ao lado de Voldemort.

● Berta (Bertha) – Do Alto Alemão Antigo beraht, pelo Proto-Germânico berhto-, significa “brilhante”, “famosa”. Perchta é uma importante figura no folclore alemão, relacionada à comemoração da Epifania do Senhor (doze dias após o Natal). Em HP, é uma funcionária do Ministério sequestrada e assassinada por Voldemort. Era conhecida como fofoqueira.

● Bichento (Crookshanks) – Crooked designa “curvo, tortuoso” e shank é a “canela da perna”, no Inglês. Na tradução brasileira, Bichento é um regionalismo nordestino que aponta o indivíduo com pernas tortas, além de ser próximo a Bichano, que se refere a um felino. Em HP, o gato de Hermione é descrito como um gato de “pernas arqueadas”.

● Bicuço (Buckbeak) – Buck é a palavra inglesa para “pinote” e beak, para “bico”. São termos ligados aos dois animais que compõem a aparência de um hipogrifo: o cavalo e a águia. Em Português, temos uma aglutinação de bico com, talvez, ruço (referência à coloração das penas e pêlos do personagem).

● Binns, Professor –Bin é como os Britânicos costumam chamar a “lata de lixo”; ou bagatela, “papo furado”; ou, ainda, “lugar oco”. Além disso, pode vir de um nome do Inglês Antigo: Binna, de origem incerta. Muitos alunos em Hogwarts consideram a matéria do professor de História da Magia bastante monótona. No Norte da Inglaterra, Binns é uma gíria para “óculos”.

● Black – Do Inglês Antigo blœc,, é a palavra inglesa para a cor preta. Na cultura Ocidental esta cor sempre esteve associada a obscuridade, mal e bruxaria, mas também a sofisticação e prestígio. Na heráldica Inglesa, representa as trevas e a ignorância, o que pode ser referência ao preconceito tão presente nos membros desta família.

● Blásio (Blaise) – Vem do nome Romano Blasius, que significa “balbuciador”, do Latin blaesus. Em alguns contos, Blaise foi professor de Merlim. São Brás (Blaise) foi um santo conhecido por retirar um espinho da garganta de uma criança, tornando-se padroeiro de males da garganta. Foi decapitado pelos romanos no século IV. Em HP, é aluno da Sonserina.

● Bode – De raiz Proto-Germânica buthan, este termo inglês pode significar um mau presságio, “que tempos ruins estão por vir”. Também pode designar “parada” ou “demora”. Em HP, é um dos Inomináveis.

● Bones – Termo Inglês para “ossos”, ou o verbo “desossar”. Não foram poucos os membros dessa família assassinados a mando de Voldemort, pode ser uma alusão a isso.

● Borgin – Do Alto Alemão Antigo borgian – “emprestar”, “conceder”. Sobrenome comum na Escandinávia. Os Bórgias foram uma proeminente família lembrada pelo governo corrupto que estabeleceu durante o Renascimento. Foram acusados de diversos crimes, dentre adultério, estupro, incesto, simonia, roubo e assassinato, sendo este praticado principalmente por envenenamento. A família, que contava com diversos cardeais, mecenas e até Papas, entrou para a história graças à inteligência de sair de situações que pareciam perdidas. Em HP, o Sr. Borgin é o envenenador dono da Borgin & Burkes, na Travessa do Tranco.

● Brian – Vem do Celta Antigo bre – colina, ou “alto, nobre”. Brian Boru foi um rei Irlandês que frustrou todas as tentativas dos Vikings de conquistarem a Irlanda no século XI. Ele saiu vitorioso na Batalha de Clontarf, mas foi assassinado. Em HP, é o quarto nome do professor Dumbledore, que se sabe ter morrido no sexto livro, embora seu propósito (ajudar Harry a destruir Lorde Voldemort) tenha vingado.

● Brown – Palavra inglesa para “marrom”, “castanho” ou “pardo”. Sobrenomes derivados de cor da pele, olhos, cabelo ou vestuário são muito comuns. Em HP, é aluna da Grifinória.

● Bulstrode – Bull significa “touro” em inglês, e strode significa “montado em”, ou “seguindo a passos largos”. É o nome de um tradicional parque no condado de Buckinghamshire, Sudeste da Inglaterra, que existe desde antes da Conquista Normanda da Inglaterra (século XI). Em HP, é a aluna de feições brutas da Sonserina.

● Burke – Muito provavelmente é referência ao famoso assassino e ladrão de cadáveres William Burke. Ele agia em Edimburgo (cidade natal de J.K. Rowling) por volta de 1740. Burke e um parceiro sufocaram várias pessoas, levando-as para sua casa e vendendo seus órgãos para uma escola médica local. Após o acontecimento, tornou-se ilegal a utilização de cadáveres no ensino médico. Hoje o termo “burking” é utilizado para o ato de matar alguém para venda de órgãos. Em HP, é dono da Borgin & Burkes, na Travessa do Tranco.

C

● Cadmo (Cadmus) – De origem incerta, especula-se vir do Semítico qdm – “leste” ou do Grego kekasmai – “brilho”. Foi um herói nas mitologias grega, romana e fenícia. Conta a lenda que Cadmo, filho do rei fenício Agenor, teve de matar a pedradas um dragão filho de Ares, enquanto buscava pela irmã Europa, que havia sido raptada por Zeus. Por conseguinte, foi condenado a servir ao deus da guerra por oito anos. Ao fim da pena, Zeus lhe concedeu a mão de Harmonia, filha de Ares com Afrodite. Houve uma grande cerimônia de casamento, com a presença de diversos deuses do Olimpo, e a noiva foi presenteada com um belo vestido tecido pelas Cárites. Cadmo tornou-se rei de Tebas, cidade que fundara durante a busca pela irmã, e teve um reinado muito próspero. Na sua velhice, o rei teve vários descendentes brutalmente assasinados pelas mênades (seguidoras de Dioniso), episódio retratado na tragédia As Bacantes, de Eurípides. Por fim, também vítimas da ira de Dioniso (porque a linhagem de Cadmo não lhe oferecia libações dignas de um deus), Cadmo e sua mulher são transformados em serpentes e vão viver juntos na Ilha dos Bem-Aventurados, para toda a eternidade. Em HP, sabe-se que o fundador da Sonserina (simbolizada por uma serpente) tem alguma ligação genealógica com o segundo irmão Peverell. Na série, Cadmo também sofre a perda de entes queridos, e seu desejo era estar com a companheira para sempre, mesmo em detrimento de sua vida.

● Cadogan, Sir – Cadogan é um nome galês derivado de Cadoc, significando “terrível e feroz na batalha”. Em HP, é o homenzinho valente do retrato próximo à Torre Sul de Hogwarts, no sétimo andar.

● Carlinhos (Charlie) – Diminutivo para Carlos (Charles), significando “másculo” ou “forte”, do Alemão Karl. Charles Darwin foi um importante naturalista e criador da Teoria da Evolução. Em HP, é o musculoso Weasley que trabalha com dragões na Romênia.

● Carrow – Forma anglicisada do Irlandês Cearbhaill, em que cearbh designa “entrecortado”, “seco”. Significa “matar com crueldade”, “algoz”, “açougueiro”. Em HP, são comensais da morte.

● Cassandra – Do nome grego Kassandra, significando “brilho sobre o homem”. Na mitologia grega, é uma princesa troiana dotada de magnífica beleza, filha de Príamo. Tal era a sua devoção ao deus Apolo que este lhe concedeu o dom da profecia. No entanto, o mesmo amaldiçoou a princesa quando ela se negou a dormir com ele. Previu a queda de Tróia na Ilíada, tentou avisar a todos a fim de impedir a desgraça de seu povo, mas foi considerada louca. Quando a cidade é derrotada, refugia-se no templo de Atena, mas é violentada e entregue a Agamémnon (chefe dos aqueus), sendo assassinada com este, pouco depois, pelo amante de sua esposa. Em HP, é nome da autora do livro adotado nas aulas de Adivinhação e da tetra-avó da professora desta disciplina.

● Cátia/Katie (Katie) – Diminutivo de Kate, que é diminutivo de Katherine, do grego Aikaterine. Pode derivar do Grego hekateros – “cada um de dois”, ou “cem surpresas” estando relacionado à deusa da magia e da noite Hécate. Pode derivar também do Copta (Egito Antigo), designando “consagração de seu nome”. O nome está muito presente na linhagem de monarcas ingleses da Dinastia Tudor. Santa Catarina de Aragão foi uma mártir condenada a morte lenta no instrumento de tortura medieval conhecido como “roda com lâminas”. A condenação se deu quando Catarina conseguiu converter ao cristianismo cinquenta grandes sábios convocados para que a humilhassem, com sua poderosa argumentação. Em HP, é a aluna da Grifinória vítima da maldição do colar de opalas.

● Cedrico (Cedric) – De origem incerta, pode estar ligado ao nome celta Caratacos (ver Carátaco). Foi inventado por Sir Walter Scott, autor de Ivanhoé, sendo muito provavelmente uma alusão a Cerdic, lendário primeiro rei de Wessex. No romance, que retrata a invasão normanda na Inglaterra, Cedric é um nobre saxão que mantem sua protegida Rowena a fim de que ela se case com o nobre Athelstane. Seu filho, Ivanhoé, se apaixona pela moça e é expulso de casa, por ser uma ameaça aos planos de Cerdic. Mais tarde, quando todos os planos dão errado e Ivanhoé prova nos torneios de cavalaria ser um bravo soldado, o nobre perdoa-o e por fim aceita o casal, que se une em matrimônio. No clássico da literatura infantil “O Pequeno Lord” de Frances Hodgson Burnett, Cedric é um garoto carismático que ensina os valores da humildade ao seu altivo avô, de origem nobre e aristocrática. Em HP, é o campeão lufano de Hogwarts, namorado da corvinal Cho Chang.

● Chang – Variante do chinês Zhang. Pode designar “comum”, “frequente” ou “habitual”, mas também, em outra variante, “próspero”, “florescente”. É um sobrenome bastante comum na China. A expressão chou chang designa “melancolia”. Em HP, é a fragilizada ex-namorada de Harry.

● Cho – Chou é o termo Japonês para “borboleta” e Chinês para “outono”. A tradução do nome para a versão Mandarim de Harry Potter foi Qiu – “outono”. Em HP, é aluna da Corvinal.

● Cole, Sra. (Cole, Mrs.) – Pode ser uma abreviação de Nicholas, pelo Inglês Médio, ou do Inglês Antigo cola – carvão, ou ainda uma americanização do Alemão Köhl – “repolho”. Num dos livros favoritos de Rowling, o romance Emma, de Jane Austen, há uma chefe de orfanato com esse sobrenome. Em HP, trabalha no orfanato onde Tom Riddle foi deixado.

● Colin – Diminutivo do medieval Col, forma abreviada de Nicholas. Ou uma forma anglicizada de Cailean, nome que significa “cachorrinho”, ou “leãozinho” em Irlandês. Em HP, é o garotinho da Grifinória que vive atrás de Harry.

● Córmaco (Cormac) – Do Irlandês corb – “corrupção” e mac – “filho”. Cormac Cond Longas foi um príncipe exilado, fruto de uma relação incestuosa, no Ciclo de Ulster, da mitologia Irlandesa. É rejeitado por todos e quando finalmente tem a chance de assumir o trono, quando seu pai Conchobar é morto, ele é asassinado no caminho do exílio a Ulster. Em HP, é o aluno da Grifinória derrotado nos testes para admissão no time de quadribol da casa pelo “nosso Rei” Weasley.

● Cornélio (Cornelius) – Possivelmente tem origem na palavra latina cornu (chifre). Cornelius é nome de um antigo clã Romano. Além disso, é o nome dos primeiros santos cristãos com culto medieval nos Países Baixos. Em HP, é o ministro da magia.

● Corvinal (Ravenclaw) – “Ravens” (corvos) são conhecidos por serem pássaros espertos. Faz sentido que os corvinais são conhecidos como sábios, rápidos aprendizes.

● Creevey – De origem Celta, é uma contração de MacReevey – filho de Reeve, que, por sua vez, remete a “mordomo”. Ressalta a devoção que o personagem tem por servir e agradar Harry. Em HP, são os irmãos Colin e Dênis, da Grifinória.

● Crouch – Em Inglês, é um verbo que significa “rastejar”, “adular servilmente” ou “acocorar-se”. Pelo Latim crux também pode designar “cruz”, “examinar”, “tratar de”. As sugestões atendem muito bem tanto ao Crouch pai, homem de boa posição no ministério da magia, quanto ao filho, comensal da morte que se dispôs a enganar Alvo Dumbledore por um ano inteiro em serviço ao seu real mestre.

D

● Dédalo (Dedalus) – Daedalus foi um famoso inventor na mitologia grega, tendo construído o Labirinto do Rei Minos e confeccionado asas para ele e seu filho escaparem do mesmo labirinto. Em HP, é o membro da Ordem da Fênix que soltou estrelas cadentes em Kent em comemoração à derrota de Voldemort em 1980.

● Delacour – J.K Rowling revelou em um chat de 2005 que o sobrenome vem de de la court – “da corte” em Francês. Também pode ser uma inteligente associação com a palavra francesa coeur, significando “coração”. Fleur é descrita como dona de uma beleza ímpar, cativando os corações dos rapazes. Yves Delacour foi um remador francês que ganhou a medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Verão em 1956. Em HP, é a campeã de Beauxbatons no Torneio Tribruxo, descrita como uma moça muito bonita (devido ao parentesco com veelas).

● Diggory – Alusão a Digory Kirke, personagem das Crônicas de Nárnia, de C.S Lewis. Em O Sobrinho do Mago, é um garoto que viaja pelos mundos junto a Polly, sua vizinha. Presenciam a criação de Nárnia enquanto o menino luta para salvar sua mãe de uma doença perigosa. Em O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa, é um homem de meia idade que acreditava nas histórias de Lúcia, fazendo os irmãos dela darem ouvidos à garota. Em HP, é sobrenome do campeão da Lufa-lufa no Torneio Tribruxo, muito ligado aos pais, a quem o corpo é entregue após seu assassinato. Apesar de todos os colegas ridicularizarem Harry, ele dá ouvidos ao garoto, quando este tem algo a revelar sobre a primeira tarefa.

● Dino (Dean) – Do Inglês Médio dene – “vale”, ou do ainda Inglês Médio deen – “chefe de dez” (pelo Latim decanus). É o nome de uma das mais antigas florestas da Inglaterra, localizada na parte ocidental do condado de Gloucestershire. J.K Rowling morou próximo da borda sul desta floresta entre 1974 e 1983. Traduzida por Lia como Floresta do Deão, foi refúgio do trio na busca pelas horcruxes em HP e as Relíquias da Morte. O nome Dino geralmente é adotado como abreviação ou alcunha de nomes com essa terminação, como Bernardino, entre outros. Em HP, é aluno da Grifinória.

● Dobby – Alguém “tolo” ou “insensato”. Ou o nome de um tecido durável e de aparência natural. Lojas sofisticadas ainda vendem camisas feitas em tecido “dobby”. É o nome de uma personagem da autobiografia de Jessica Mitford, a escritora que mais influenciou J.K Rowling, segundo ela mesma; na história, é membro do Partido Comunista, ao qual Jessica estava se afiliando. Em HP, é o elfo doméstico que Harry ajuda a se libertar da escravidão, tragicamente assassinado ao salvar o trio das garras dos comensais da morte.

● Doge – Doge foi um título de nobreza adotado em Veneza do século VIII ao XVIII. O “Corno” era um adorno simbólico utilizado na cabeça por esses nobres, uma espécie de chapéu. Quando Moody apresenta a Harry a foto da antiga formação da Ordem da Fênix, menciona um chapéu ridículo que Elifas, grande amigo de Dumbledore, estava sempre usando.

● Dolohov – Dolokhov é um personagem do romance russo Guerra e Paz, de Tolstoy. Na trama, é um oficial psicopata e impetuoso que é desafiado a um duelo com um homem a quem havia zombado. Inesperadamente, o hábil duelista é ferido. Em outra passagem, o personagem, que parece só ser capaz de demonstrar afeição pela mãe, arruína a vida do homem que se casou com a mulher que Dolokhov havia pedido em casamento. Em HP, é um comensal da morte.

● Dolores – De origem latina, significa “senhora das dores ou tristezas”. Doleros é a palavra grega para “enganador” ou “traiçoeiro”. Em HP, é a sádica Alta Inquisidora de Hogwarts, que tinha em seu poder o medalhão de Slytherin.

● Draco – “Dragão” em latim. Draco é o nome de uma constelação que parece uma serpente. A constelação foi originada, de acordo com a mitologia grega, dos restos mortais do dragão Ládon (que continha inúmeras cabeças, cada uma falando uma língua diferente), derrotado (por Atlas) a pedido de Hércules para concluir um de seus famosos Doze Trabalhos: colher os pomos de ouro do Jardim das Hespérides. Malfoy disputa com Harry, no quadribol, a captura do pomo de ouro, já que se torna apanhador da Sonserina. Drácon foi um dos primeiros legisladores atenienses, responsável por um código de leis muito severas, apontado por muitos como “aquele que não escreveu suas leis a tinta, mas a sangue. Em romeno, drac significa “demônio”. Em HP, é o aluno da Sonserina que não se dá muito bem com Harry.

● Duda (Dudley) – Dudley é um nome ou sobrenome aristocrático adotado inicialmente por uma nobre família Britânica. Também é uma cidade em Birmingham, Inglaterra. A versão traduzida por Lia Wyler “Duda” possivelmente é oriunda de um local conhecido como “clareira de Dudda” (do Inglês Antigo), de onde o nome inglês começou a ser adaptado. Em HP, é o primo trouxa de Harry.

● Dumbledore – Bumble Bee é a palavra do Inglês Antigo para “abelhão”, além de ser um pub na cidade de Flitwick (o professor de Feitiços). Dor é ainda usado para “zangão”. Dumb designa alguém “pateta”, ou “estúpido”. De acordo com a autora, Alvo gostava muito de música, então ela sempre o imaginou meio que zumbindo para si mesmo, pelo castelo.

● Dursley – Nome de uma cidade em Gloucestershire próxima de onde a autora de Harry Potter nasceu.

E

● Edwiges (Hedwig) – A santa dos órfãos, que viveu na Alemanha no século 13 e 14. Significa “refúgio no campo de batalha.” Mencionado em Orgulho e Preconceito por Jane Austen.

● Eileen – Forma anglicizada de Eibhlín, que é Irlandês para Aveline, que é variação Normanda do Alemão Avelina, diminutivo de Avila, que, finalmente, deriva da partícula avi, de significado discutível, mas apontado como “desejado”. Também pode ser uma forma Irlandesa de Helene, nome Grego da personagem mitológica que motivou a Guerra de Tróia, retratada na Ilíada, de Homero. Eileen Power foi uma famosa historiadora inglesa especialista no período medieval. Foi a segunda mulher nomeada a uma cadeira na London School of Economics (a primeira foi Lilian Knlowles). Em HP, é a mãe de Severo Snape, o bruxo espião que ajudou Harry a pôr um fim na guerra de Voldemort, tendo colaborado com a mesma no início. Podemos especular que foi a segunda mulher mais importante para Snape (a primeira foi Lílian Evans).

● Elifas (Elphias) – Eliphas Lévi é o pseudônimo de um grande ocultista francês do século XIX. De formação religiosa, Eliphas tinha tudo para ser ordenado sacerdote, mas, ao apaixonar-se, confessou-se e acabou sentindo-se inato à carreira eclesiástica. Por conseguinte, foi preso ao escrever uma espécie de “Bíblia da Liberdade”, acusado de profanar o santuário da religião, de atentar contra as bases que sustentam a sociedade, de espalhar o ódio e a insubordinação. De modo que se envolveu com diversos trabalhos de grandes magos da Idade Média (Agrippa, Lully, Postel) e começou a se dedicar ao estudo do oculto. Como teórico da Magia, escreveu diversos volumes em estudos acerca da história do ocultismo e sua compreensão. O amigo do Professor Dumbledore defendeu-o diante de todas as circunstâncias em que sua história e seus feitos eram deturpados por Skeeter. Certamente era um homem de bons contatos, para ter Alvo como um grande companheiro.

● Emília (Millicent) – Millicent é derivado do nome Normando Melisende, do Alemão Amalaswinth – amal (“trabalhar”) e swinth (“força”). É o nome de uma filha de Carlos Magno. Emília é um nome de outra origem, sendo variante feminina de Aemilius, do Latim aemulus – “rival”. Em HP, é aluna da Sonserina.

● Ernesto (Ernie) – Diminutivo de Ernest – que originou o nome da versão brasileira -, derivado do Alemão eornost, significando “sério”. J.K Rowling revelou que os nomes dos condutores do Nôitibus Andante (Ernie e Stanislau) são homenagens a seus avôs. Em HP há dois personagens assim chamados: um aluno da Lufa-lufa e o condutor do Nôitibus.

● Errol – Significa “andarilho”, “viajante”, no Inglês Antigo. Em HP, é a coruja velha e confusa dos Weasley.

● Esquisitonas, As (Weird Sisters, The) – As Weird Sisters (“Três Bruxas”) eram três bruxas em Macbeth, peça de Shakespeare, que podiam predizer o futuro e trouxeram à tona o mal em Macbeth por meio da ambiguidade.

● Evan (Euan/Evan) – Forma anglicizada de Iefan, que é a variante de John em Galês. (ver Evans). Em HP, é um comensal da morte (Evan) e um aluno da Sonserina (Euan).

● Evans – De origem celta, significa “jovem guerreiro, destemido”. (ver Evan). Em HP, é o sobrenome de solteira de Petúnia e Lílian.

F

● Fawkes – Variante de Faulks, do Anglo-normando fauques, que significa “falcão”. Guy Fawkes era um católico Inglês que, em 1605, tentou explodir a Casa do Parlamento, como ato de rebeldia contra o novo governo Protestante. Na Inglaterra, o dia 5 de novembro é conhecido como “Dia de Guy Fawkes”, ou “Bonfire Night”, onde uma peça escultórica sua é queimada. Todo ano ele é ressuscitado para ser novamente queimado, o que lembra a imagem da mitológica fênix, que, em HP, queima a cada dado período de tempo para renascer das cinzas. Além disso, é nome de um soldado anglo-normando, favorito do Rei John da Inglaterra. Em HP, é a fênix de estimação de Dumbledore.

● Fenrir – Na mitologia nórdica, é um lobo gigantesco e monstruoso, filho de Loki com uma giganta. Em HP, é um líder lobisomem sanguinolento e cruel.

● Figg – Fig designa “não literal” e um “fig leaf” é algo que (se) “esconde” ou “camufla”, em inglês. Em HP, é a membro da Ordem da Fênix que revela sua identidade secreta a Harry somente no quinto livro.

● Filch – Felch é uma corruptela do sobrenome Welch, de origem cristã. Filch é uma palavra Inglesa para o verbo “furtar”, em geral usado para a ação de forma sorrateira. Em HP, é o abortado zelador de Hogwarts.

● Fílio (Filius) – Do Latim filius, significa “filho”. Talvez isso possa explicar a altura do professor de Feitiços.

● Finnigan – Possivelmente do Irlandês Finne – “leal”, “sincero”, “verdadeiro”. O sobrenome Flannagan designa “de tez corada”. Em HP, é o colega de Harry que se atreve a confrontá-lo no quinto ano, desconfiando de seus relatos sobre o retorno de Voldemort.

● Firenze – Nome italiano para a cidade de Florença, onde o famoso astrônomo Galileu viveu a maior parte de sua vida. Morreu em sua propriedade, em prisão domiciliar, declarado herege pela Inquisição. Em HP, é o centauro da Floresta Proibida professor de Adivinhação. Os centauros são descritos como grandes conhecedores dos astros.

● Flamel – Nicolas Flamel foi um escrivão francês famoso pelos seus estudos de alquimia em busca da Pedra Filosofal. Católico devoto, ele e sua esposa ganharam a fama pela riqueza e pelos trabalhos filantrópicos que realizavam. Quando morreu, sua casa foi saqueada por caçadores de recompensa atrás da Pedra e de ouro. Em HP, é o alquimista inventor da Pedra Filosofal, que produz o Elixir da Vida e transforma qualquer metal em ouro, morrendo com mais de seiscentos e cinquenta anos, ao destruir o seu maior invento para que não caia em mãos erradas.

● Fleur – Significa “flor” em Francês. “Flor” é a metáfora por excelência da mulher idealizada. Em HP, é a bela campeã de Beauxbatons.

● Flitwick – Uma cidade na Inglaterra assim nomeada por estar próxima do rio Flit, que corre na charneca de Fliwick. Há um pub em Flitwick chamado Bumble Bee, nome que tem relação com a origem de “Dumbledore”. Pode ser interpretado como foneticamente similar ao movimento de varinha lecionado pelo professor no primeiro livro: swish and flick (“gira e sacode”). Em HP, é o professor de Feitiços e diretor da Corvinal.

● Florean – Variante do nome Romano Florianus, do latim flos, significando “flor”. São Floriano é o santo padroeiro dos bombeiros e limpadores de chaminés. Foi soldado no império romano, sentenciado à morte junto com quarenta outros homens por se confessar cristão, desacatando o imperador Diocleciano, grande perseguidor de cristãos que promoveu diversas legiões contra os fiéis. Foi morto com uma pedra amarrada no pescoço, sendo jogado no rio Ens e é representado na liturgia apagando o fogo de uma igreja incendiada com um balde de água. Em HP, é o dono da sorveteria do Beco Diagonal que ajudou Harry com seus conhecimentos do período medieval e foi morto por comensais da morte. É interessante reparar que o vendedor de sorvetes tem nome do padroeiro de bombeiros, estabelecendo uma relação curiosa do gelo e do fogo.

● Flume – Flume é a palavra inglesa para “calha”, “conduto”. (ver Ambrósio). Em HP, é dono da Dedosdemel.

● Fofo (Fluffy) – É o tipo de nome que Hagrid considera perfeito para um um cão enorme com três cabeças ferozes inspirado em Cérbero, o guardião do reino subterrâneo dos mortos, na mitologia Grega. Talvez porque o personagem ache um tanto “meigo” o monstruoso animal de estimação adormecer ao som da melodia de uma harpa. A tradução é literal.

● Fortescue – Do Latim fortis – “forte” e scutum (pelo Grego Antigo skutos) – “escudo” Adrian Fortescue foi um mártir da Igreja Católica e primo de Ana Bolena. Foi torturado por discordar das mudanças de Henrique VII nas leis da igreja. Em HP, é o sorveteiro assassinado a mando de Voldemort.

● Franco (Frank) – Forma abreviada de Francis, do Latim Tardio Franciscus – “homem francês”. Ou ainda oriundo da tribo dos Francos, significando “livre” em sua língua. Em HP, há dois personagens com esse nome: o pai de Neville e o caseiro dos Riddle.

● Fred – Apelido de Frederico – “governante pacífico”, pelo Alemão, derivando de frid – “paz” e ric – “governador, poder”. Foi um nome bastante recorrente em governantes do Império Romano, Alemanha, Áustria e Escandinávia. O Capitão Frederick Wentworth é um personagem do romance Persuasão, de Jane Austen (uma das preferidas autoras de Rowling). Retratado como inteligente, ambicioso, mas pobre, ele é impedido pela família da amada Anne de contrair matrimônio com a mesma, por ser de uma família pobre e sem nome. Algum tempo depois, nas Guerras Napoleônicas, fica rico. Em HP, é o gêmeo de Jorge Weasley, que não tinha muito dinheiro mas começou a ganhar bastante com sua loja no Beco Diagonal. Fred foi assassinado na Batalha de Hogwarts, não podendo ficar com sua namorada Angelina.

● Frei Gorducho (Fat Friar) – No épico de Walter Scott, Ivanhoé, o eremita Frei Tuck é descrito como gordo, transgressor e alegre. Apesar do cargo, gostava de comer em excesso, beber e lutar e preferia a caça aos hinos da Igreja. Não obedecia às regras monásticas e não se importava com as consequências, mas é descrito como um bom homem. Em HP, é o simpático fantasma da Lufa-lufa.

● Fudge – Além de ser um chocolate artesanal muito saboroso, pode designar “disparate”. Como verbo da Língua Inglesa, pode ser entendido como “inventar”, “forjar”, “falsificar”. Em HP, é o ministro da Magia, que forjou diversas histórias para se manter bem no cargo.

G

● Gerardo (Gellert) – Gellert é a versão húngara de Gerard, que vem do germânico ger – “lança” e hard – “corajoso”, “resistente”. São Gellert foi um italiano, missionário e mártir, que trabalhou na Hungria.

● Gilderoy – Um assaltante conhecido por ser bonito. Também pode vir da palavra “gilded”, que é definida como tendo uma “aparência agradável, chamativo, que abrange algo de pouco valor”. Isso é muito adequado, considerando que a suposta beleza de Gilderoy encubra o fato de que ele não é um bruxo muito bom. O nome “Roy” é do francês antigo para “rei”.

● Gina (Ginny) – “Ginevra”, uma mulher italiana e mulher do povo, seu nome significa “Juniper”, como na árvore verde. Existe um velho mito sobre uma noiva chamada Ginevra, que alegremente se escondeu em uma mala no dia de seu casamento. A tampa caiu, enterrando-a viva, e, eventualmente, seu esqueleto foi descoberto. Isso poderia se relacionar Ginny sendo levado para a Câmara dos Segredos, onde seu esqueleto “ficaria para sempre.” No entanto, J.K. Rowling também disse que escolheu o nome porque queria algo diferente e especial para a única menina Weasley.

● Godrico (Godric) – Significa “poder de Deus”. Derivado do Inglês Antigo “God”(Deus) combinado com “ric”, que significa “poder” e “regra”. Nome tornou-se comumente utilizado após a conquista normanda. – Godric de Finchale é um santo anglo-saxão.

● Granger – Possivelmente veio do movimento Granger em 1800, que visava melhorar a vida dos agricultores. Poderia ser uma conexão com o desejo de Hermione para começar com o F.A.L.E., um movimento para melhorar a vida dos elfos domésticos. Um granger também designa uma pessoa muito comum, assim como os pais de Hermione. Granger é o nome de um personagem do livro Fahrenheit 451. Ele é o líder de um grupo de intelectuais conhecido como “The Book People” (O Povo do Livro), cujo objetivo é a preservação da liturature em face dos esforços do seu governo para queimar e destruir todos os livros. Uma possível referência ao amor fanático Hermione dos livros?

● Greyback – Semelhante ao termo “silverback” usado pelo o macho dominante em um bando de gorilas. Nós todos sabemos Fenrir Greyback é um lobisomem dominante no mundo mágico.

● Grifinória (Gryffindor) – Um “griffin” era “uma criatura da mitologia com o corpo de um leão e a cabeça de uma águia.” Também conhecido na mitologia grega como o Grifo, “que era o protetor de ouro de um deus, dos homens mortais. Em grego, “grifo” significa “protetor de riqueza.” Em francês “d’or” significa “de ouro”, uma das cores da Grifinória. O “gryffin” é adequado, considerando os leões, caracterizados como bravos e corajosos e as águias, que são descritas como aves nobres, todos os traços da Casa Grifinória.

● Grindelwald – Talvez derivada do épico anglo-saxão Beowulf, o personagem Grendel, o demônio. (Muitas teorias em que o bruxo das trevas Grindelwald é comparado a Hitler tem sido explorado por fãs de Harry Potter no passado, especialmente porquea data da sua morte, 1945, é o mesmo que o final da Segunda Guerra Mundial.) Uma bonita vila nas montanhas Oberaland de Bernese, na Suíça. Além disso, uma rede hoteleira bem conhecida na Alemanha.

● Gui (Bill) – (ver Guilherme) Gui e Bill são apelidos, respectivamente, para Guilherme e William. A mudança da consoante inicial no nome inglês se deve à influência irlandesa na pronúncia. Em Inglês, Bill também pode designar “letra de câmbio”, “nota promissória”, “saque” ou mesmo o verbo “faturar”. Em HP, é o Weasley que trabalha pro banco Gringotes, no Egito.

● Guida (Marge) – Marge é diminutivo de Margaret, com origem no Grego Margarites – “pérola”. Guida é um apelido carinhoso de Margarida, em Português. Margaret Windsor, a Condessa de Snowdon, foi membro da Família Real Britânica e teve sua vida marcada por relacionamentos infelizes com homens muito mais velhos ou muito mais jovens ou que ameaçassem seus privilégios na nobreza. Em HP, é a tia de Duda, apaixonada por cachorros.

H

● Hagrid – J.K. Rowling disse: “Hagrid também é uma palavra do inglês antigo, é uma palavra de dialeto, significa que você tinha tido uma noite ruim. Hagrid é um grande bebedor. Ele tem um monte de noites mal dormidas”. Grid foi um gigante nórdico conhecido por ter um temperamento terrível. “Ha” é uma variante do elemento de nome Old West Norse “metade”. Assim, “Ha-grid” pode apenas significar “Half-grid”, ou mais obviamente “meio-gigante.” “Haggard” também pode significar “parecer desgastado e exausto, magro, selvagem ou perturbado na aparência, um indivíduo em desalinho.” Do prefeito de Casterbridge por Thomas Hardy, o antigo termo Inglês “hag-rid” significa indigestão “(não é surpreendente, considerando todas as coisas estranhas que Hagrid come). Encontrado exatamente no mesmo parágrafo que “Dumbledore”. Coincidência?

● Harry – O nome de menino favorito de J.K. Rowling. O nome de Harry é de origem anglo-saxônica e significa “poder”. Houve também um mágico chamado Harry Houdini, em 1900.

● Hermes – O mensageiro dos Deuses. Deus dos comerciantes, ladrões e guardião das estradas.

● Hermione – Significa “bem-nascida”, “terra”, ou “pedra”. Refere-se a pônia, um tipo de flor. A versão feminina de Hermes. Na mitologia grega, era muitas vezes conhecida como a santa padroeira da alta magia (nenhuma surpresa nossa Hermione é tão talentoso). Ela era a filha de Helena de Tróia e Menelau rei de Esparta. Na Eneida, Hermione foi seqüestrado por Pirro, mas o seu amor, Orestes veio e assassinou Pirro, enquanto este rezava. Hermione também é uma personagem de Shakespeare, em Conto de Inverno. A personagem é acusada de adultério e morre antes do intervalo. No final da peça, ela é levada para fora como uma estátua e, finalmente, retorna à vida no final da apresentação. Uma possível ligação com suas petrificação na Câmara Secreta?

● Héstia (Hestia) – Membro da Ordem da Fênix. Na mitologia grega, Héstia era a deusa do lar e da atividade doméstica.

● Horácio (Horace) – Forma inglesa e francesa de Horatius, um nome de família romana provavelmente derivado do latim “hora”, que significa “tempo de horas, e da estação.” Um portador famoso foi Quintus Horatius Flaco, um poeta lírico romano no século I aC . Poemas de Horácio, muitas vezes comemoravam o prazer encontrado em boa comida, bebida e passar tempo com os companheiros agradáveis – soa como Slughorn.

● Hugo – Significa “inteligente”, em latim, alemão e espanhol.

I

J

K

● Krum – Em sueco e norueguês, “Krum” significa “curvado”, que é interessante, considerando como ele é descrito como sendo descoordenado em terra (em oposição a no ar). Um czar búlgaro famoso 800 dC conhecido por matar o imperador bizantino, fazendo uma taça de seu crânio.

L

● Lílian (Lily) – A Vem de lírio, uma flor que simboliza pureza e inocência. É a flor comumente utilizados durante o feriado da Páscoa e simboliza a imortalidade. O bulbo se deteriora no chão, e com isso vida nova é liberada. Lílian é quem dá a vida, por isso Harry pode continuar a viver.

● Lockhart – Por mais coincidência que possa parecer, JK Rowling declarou em uma entrevista à rádio BBC 4 com que ela encontrou o nome Lockhart em um memorial de guerra. Lockhart é um mundialmente renomado piscicólogo cognitivo, com um interesse particular no estudo da memória e dos níveis de processamento. Ele fez um monte de pesquisas nessa área no final de 1970. Cidade na Austrália, perto de Wagga Wagga (“Escrever um poema sobre a minha derrota do lobisomem em Wagga Wagga?). Um possível jogo de palavras, ele parece ter várias mulheres com o coração entregue à ele, o “heart locked”.

● Longbottom – O próprio nome é considerado muito engraçado, mas “bottom” é uma palavra antiga para “poder ficar.” Isso parece exatamente uma personalidade Neville e dedicação total para Harry.

● Lúcio (Lucius) – Um primeiro nome latino. Um personagem na peça de Shakespeare, Júlio César, Lúcio é o servo de Brutus, o líder dos conspiradores que são contra César e querem assassiná-lo. Possível ligação com “Lúcifer” (o diabo). Lúcifer significa “portador da luz”. Em romeno “, lucios” significa “brilhante”, uma possível conexão com o seu desejo para o extravagante e valioso. Um general romano chamado Lucius Cornelius Sulla foi usurpado pelo povo de Roma, mas derrotou-os e tomou o controle como um ditador. Após fazer isso, ele removeu a maioria dos populares dizem que no governo e ele retornou para o Senado de Roma, que controlava o povo, e fundou uma república firme.

● Ludo – Palavra latina que significa “eu jogo”. Combina, já que Ludo Bagman gosta de “jogar com a sorte” por apostar em esportes, e é o ex-chefe do Departamento de Jogos e Esportes.

● Luna – A deusa romana da lua. “Luna” significa “lua”, em latim, romeno e italiano. No romeno, que se traduz também para “mês”. A palavra “lunático”, também é derivado da palavra “lunar”, como se acreditava antigamente que o comportamento estranho ou estranho foi causada pela lua. “Luna” é um termo para “prata” na alquimia.

● Lupin – “Lupus” é derivado do latim “lobo”. Canis Lupus é o nome científico de lobo. Para ser descrito como “lupino” significa “se assemelham a um lobo.”

M

● Malfoy – De acordo com a autora, que criou o sobrenome, significa má-fé (pelo Francês mal foi). Em Turco, mal designa “espólio”, “posses”. A expressão mal fait do Francês significa “mal feito”. Em Português (J.K. Rowling ensinou Língua Inglesa em Portugal por algum tempo), podemos fazer uma inversão, chegando a foi mal, expressão comum em situação de pedido de desculpas. Na lenda do Ciclo Arturiano, Lancelote (um dos melhores soldados do Rei Arthur) é chamado “Le Chevallier Mal Fait”. Foy designa “festa com bebidas e presentes”, de despedida ou de casamento. Em HP, é o sobrenome da rica família puro-sangue de Draco, o rival de Harry em Hogwarts.

● Maxime – “Máximo” em Francês. Em HP, é a diretora de Beauxbatons, de estatura consideravelmente alta.

● McGonagall – Do Escocês (também escrito McGonigle or McGonegal) Conegal, significando “o mais destemido”. A partícula Mc designa “filho de”. J.K Rowling nos conta que foi o nome de um péssimo poeta escocês. Em HP, é a professora de Transformação e diretora da Grifinória, casa dos corajosos.

● Mérope (Merope) – Do nome Grego Meroph, significando “de face virada” (meros + ops) ou “comedor de abelhas” (merops). É a mais nova da sete Plêiades (filhas de Atlas e Pleione, netas do Oceano) na mitologia grega, alegoria do aglomerado estelar das Plêiades, que, junto com as Híades, formam a constelação Taurus. É a mais fraca das estrelas desta constelação, pois, segundo o mito, foi a única plêiade a se envolver com um mortal (trouxa?), enquanto suas irmãs se envolveram e tiveram filhos com deuses (os Gaunt só admitiam se envolver com puro-sangues). No calendário Tupi-Guarani, o aparecimento das Plêiades marca o início do ano, e no folclore desse povo o aglomerado está ligado ao conceito indígena de “maternidade responsável”. Uma jovem índia era mãe de sete filhos, e não cuidava dos mesmos, deixando ao encargo da avó. Quando esta faleceu, a única alternativa das crianças foi voar e fugir, tornando-se as estrelas plêiades. Há uma tragédia de Voltaire chamada Mérope, provavelmente inspirada numa peça perdida de mesmo nome, de Ésquilo (século V a.C). Na tragédia, Mérope é uma rainha viúva que tem um filho desaparecido e se vê forçada a se casar com um tirano cruel. É nome também da mãe adotiva de Édipo, em Édipo Rei, de Sófocles. Na peça, Édipo tem seu destino marcado por uma profecia (como Voldemort), além de se voltar contra seu genitor e vinga-se com seu assassinato (como o jovem Riddle!). Mérope é, ainda, uma das Helíades (sete filhas do deus-sol Helios), que são conhecidas pela lenda de que quando seu irmão Faetonte foi fulminado por um raio de Zeus, elas choraram sua morte até que os deuses a transformassem em choupos e suas lágrimas em grãos de âmbar. Meropia designa um tipo de cegueira parcial. Em HP, é a infeliz mãe de Tom Riddle.

● Minerva – Nome da deusa da sabedoria e da guerra, na mitologia Romana, equivalente à grega Atena. Em HP, é a professora de Transformação, em Hogwarts.

● Molly – Diminutivo de Mary. Molly Bloom é uma personagem do romance Ulisses, de James Joyce. Na trama, ela é equivalente à fiel e ardilosa Penélope, da Odisseia de Homero. Em HP, é a “mãe” Weasley de Rony e seus seis irmãos.

● Monstro (Kreacher) – Criatura (jogo de palavras). Reminiscência da palavra alemã “kriecher”, deriva de “kriechen”, que significa “rastejar ou adular servilmente”. Em HP, é o elfo doméstico dos Black.

● Mundungo (Mundungus) – Um tipo de tabaco de odor desagradável. Similiar ao termo “mondongo”, que em Espanhol designa “estômago de vaca”. Em HP, é um contrabandista membro da Ordem Fênix.

N

● Nagini – Naga é “serpente” em Sânscrito e Nagin significa “serpente fêmea” em Urdu (Paquistão e Índia). Em HP, é a horcrux de estimação de Voldemort.

● Neville – Originalmente um topônimo, significa “cidade nova” em Normando. Soa como snivel, palavra inglesa para “choramingar”, “fungar”. Em HP, é o colega de rosto redondo de Harry, da Grifinória.

● Nicolau (Nicolas) – Equivalentes Francês (Nicolas) e Português (Nicolau) do Grego Nikolaos, significando “vitória do povo” através dos elementos nike – “vitória” e laos – “povo”. Em HP, é o alquimista amigo de Dumbledore e inventor da Pedra Filosofal. (ver Flamel)

● Ninfadora (Nymphadora) – Do Grego nimphe – “noiva”. Nymphadora pode ser traduzido para “Presente das Ninfas”. As ninfas são deusas femininas da natureza, na mitologia grega. Em HP, é a auror metamorfomaga e membro da Ordem da Fênix.

● Nora/Nor-r-ra, Mme. (Norris, Mrs.) – Sobrenome inglês oriundo do Francês Antigo, significando “habitante do norte”. J.K Rowling diz que o “rr” deve ser pronunciado como o ronronar de um gato. Uma personagem em Mansfield Park de Jane Austen, na trama é uma pessoa irritante e intrometida. Em HP, é a gata de Filch, o zelador.

O

● Olímpia (Olympe) – Palavra francesa para Olimpo, referência ao Monte Olimpo, morada dos deuses da mitologia grega. É a mais alta montanha da Grécia, com quase três quilômetros de altura. Em HP, é a refinada diretora de Beauxbatons.

P

● Padma – Significa “lótus” em Sânscrito. Na mitologia Hindu, é epíteto do herói Rama e da deusa Lakshmi. Em HP, é aluna da Corvinal e irmã gêmea de Parvati.

● Pansy – Do Francês Antigo pensee, significando “reflexão”. Em HP, é aluna da Sonserina.

● Papoula (Poppy) – É uma planta utilizada para o preparo de ópio, entre outros medicamentos. A tradução é literal. Em HP, é a responsável pela Ala Hospitalar em Hogwarts.

● Parkinson – “Filho de Parkin”. Parkin é um apelido do Inglês Médio para Peter. A Síndrome de Parkinson é caracterizada por tremor, rigidez e instabilidade postural. Não tem causa definida, mas há casos genéticos e é comum em maiores de sessenta anos. Em HP, é aluna da Sonserina.

● Parvati – Significa “filha da montanha”. É uma Deusa Hindu casada com Shiva, o Destruidor. É irmã da deusa de Ganges, Padma. “Parvati, a Feiticeira” é uma personagem do romance “Midnight’s Children” de Salman Rushdie. Em HP, é a aluna da Grifinória que acompanha Harry no Baile de Inverno.

● Patil – Sobrenome comum em Maharashtra, Índia. Em HP, é sorenome das gêmeas que acompanham Rony e Harry no Baile de Inverno.

● Percival – Significa “atravessar o véu”, ou “atravessar o vale”, ou ainda “o destruidor”. É um dos lendários Soldados da Távola Redonda. Em HP, é o segundo nome de Dumbledore, bem como de seu pai.

● Perenelle’ – Significa “perene”, “contínuo”, “sem fim”. Foi esposa do escrivão francês Nicolau Flamel (ver Flamel). Em HP, também é relatada companheira de Flamel, ligeiramente mais jovem.

● Pedro (Piers/Peter) – Piers é uma variante medieval de Peter, mas também pode designar o verbo “enfrentar”, em Cassúbio (pomerano eslavo), através do Proto-eslavo. Peter vem do Grego petros – “pedra”, “rocha”. Em HP, Piers é um amigo de Duda e Peter, o traidor dos Marotos, que ajudou Voldemort a voltar ao poder.

● Pettigrew – Petty-grew designa que ele cresceu sendo um “pet”, animalzinho de estimação. Pet-I-grew pode querer dizer que ele cresceu, “de rato a homem”. Peter grew seria algo como “Pedro cresceu” (Pedro é seu primeiro nome). São possíveis referências ao momento de sua revelação como animago, no terceiro livro, em que todos acreditavam que ele era só o rato Perebas. Em Francês, petit gros significa “pequeno gordinho”. Em HP, é um dos Marotos, que traiu os amigos e ajudou Voldemort a se restabelecer.

● Petúnia (Petunia) – Flor em forma de trombeta, com pétalas brancas ou roxas. Simboliza a raiva e o ressentimento. Em HP, é a tia de Harry.

● Pio (Pius) – Do Latim pius, que originou o termo “piedade”. Em HP, é o ministro da magia fantoche de Voldemort.

● Pirraça (Peeves) – Peeve designa “diabrete” ou algo deveras “irritante”. Pirraça é sinônimo de “picuinha”, “piada”, “teimosia” e “hostilidade gratuita”, em português. Em HP, é o poltergeist do castelo de Hogwarts.

● Pomona (Sprout) – Pomona é uma deusa Romana “que cuida das frutas e orquídeas”. Preside a arte da Jardinagem. Em HP, é a professora de Herbologia.

● Potter – Um nome que J.K. Rowling sempre gostou muito desde a infância. “Potter’s Field” é normalmente um nome dado a um cemitério onde a cidade enterra aqueles que morreram indigentes ou que eram indesejados (uma comunidade de órfãos). “Potter’s Field” é também considerado uma terra amaldiçoada, pois Judas se enforcou em uma. É sobrenome do protagonista da série.

● Puddifoot, Mme – A palavra “Puddifoot” é o nome que se dá para “alguém que tem formato de barril”. Vem da palavra “puddy” que significa “barriga redonda” ou “gordo”. Para aqueles que estão apaixonados, é freqüente dizer que estão “weak in the knees” (“fracos das pernas”), então não é errado dizer que eles têm “puddy feet” (“pés gordos”). A Casa de Chá Madame Puddifoot é geralmente frequentada por jovens casais.

Q

● Quirino (Quirinus) – O nome Quirinus é derivado das palavras “co-viri”, que significa “de dois homens”. Quirinus foi empregado a Rômulo, que deu origem ao nome Roma, quando ele era considerado um deus. Além disso, há uma conexão entre Quirinus e Jano Quirino, o deus com duas faces. Jano era o deus dos começos e dos fins e era representado tendo uma face olhando para frente enquanto a outra olhava para trás, muito parecido com o querido professor Quirrell.

● Quirrell – Talvez tenha derivado da palavra “quarrel”, que significa “uma disputa ou discussão nervosa”. Também soa como “squirrel” (esquilo), um nervoso roedor comedor de sementes que vive em árvores. O professor era um homem assustado e trêmulo que agia muito como um, depois foi um fingimento para encobrir sua lealdade a Voldemort. Vem, possivelmente, da palavra “querulous” (“queixoso”), que significa cheio de “dúvidas e perguntas”.

R

● Rabastan – Rastaban significa “cabeça de serpente”. Cabível a um comensal da morte. Rabastan também é o nome de uma estrela da Constelação Beta Draconis, pouco visível no céu. Em HP, é o comensal da morte cunhado de Belatriz Lestrange.

● Régulo (Regulus) – O nome da estrela mais brilhante na Constelação Leo (Leão). Embora possa parecer estranho no começo, considerando que ele não era da Grifinória – leões na mitologia são geralmente usados para simbolizar aqueles que são ferozes e puros de coração (Sangue Puro?). Significa “príncipe” e “coração de leão”. Durante a Primeira Guerra Púnica (264-242 a.C.), o general romano Regulus foi capturado pelos cartagineses. Ele viajou para Roma com um grupo de embaixadores cartagineses para ajudar a conseguir os termos de paz, concordando em retornar a Cártago para enfrentar a morte caso ele falhasse em ganhar a aceitação dos termos dos cartagineses. Uma vez em Roma, entretanto, Regulus convenceu o Senado a rejeitar aqueles termos; ele retornou para Cártago onde foi torturado e executado. Regulus Black provavelmente sofreu um destino parecido nas mãos de Voldemort depois de tentar deixar de ser um Comensal da Morte.

● Remo (Remus) – Irmão gêmeo de Rômulo (fundador de Roma). O Rei levou os dois bebês gêmeos para rio na tentativa de afogá-los, mas uma loba, ao invés de matá-los, cuidou deles depois de ter encontrado os dois meninos. Foi morto por Rômulo. Em HP, é um dos Marotos e professor de Defesa contra as Artes das Trevas, além de lobisomem e membro da Ordem da Fênix.

● Riddle – Uma “riddle” (charada) é “uma forma de enigma inventada para testar o talento de alguém para chegar à sua solução”. Charadas (riddles) são usadas como um modo de confundir a platéia e ensiná-la a entender a linguagem poética. Em HP, é o sobrenome de Tom, o bruxo das trevas Lord Voldemort.

● Rodolfo (Rodolphus) – Uma variação do nome Ralph. Vem do Inglês Antigo e significa “conselho lobo”. Em HP, é o comensal da morte marido de Belatriz.

● Ronaldo “Rony” (Ronald “Ron”) – Interessante quando levado em conjunto com Arthur. Ele é o conselheiro do Rei. Comparações podem ser feitas com o Rony, sendo ele o conselheiro de Harry em todas as suas escolhas e aventuras. Rony e Hermione ouvem os planos de Harry e então concordam ou dizem a ele porque eles acham que a ideia não é boa.

● Ronan – Um santo irlandês. “Ronin” era “um nome dado a um samurai livre, um viajante” durante o Período Feudal do Japão, que durou de 1185 a 1868. Os Ronins eram geralmente o alvo de humilhações e sátiras. Em HP, é um centauro da Floresta Proibida.

● Rosa (Rose) – Originalmente uma forma normanda de um nome germânico, que era composta do elemento hrod “fama” e heid “tipo”. Foi introduzido na Inglaterra pelos normandos nas formas Roese ou Rohese. De uma época mais recente, foi associado com a palavra para a flor aromática “rose” (derivado do Latin “rosa”). Quando o nome foi reavivado no século 19, foi provavelmente com a flor em mente. Em HP, é a filha de Rony e Hermione.

● Rosmerta – Na mitologia Irlandesa celta, Rosmerta foi a deusa do fogo, calor e abundância. Em HP, é a taberneira do Três Vassouras.

● Rowena – As diversas pronúncias fazem da origem desse nome um mistério, mas talvez seja oriundo do Inglês Antigo hroð – “fama” e wynn – “alegria”, ou do Galês rhon wenn – “lança brilhante” (ou “justa”). No épico Ivanhoé, de Walter Scott, é a protegida do nobre Cedric, apaixonada por seu filho. No “Historia Regum Britanniae”, Geoffrey de Monmouth conta que Rowena era uma vilã filha do líder Anglo-saxão Hengist, descrita como sedutora e envolvente. Em uma poesia galesa, é “a mãe da Nação” – em HP, é a fundadora de Hogwarts.

● Rúbeo (Rubeus) – “Rubeus” significa “vermelho”. “Ruber” é latim e também significa “vermelho”, e pode significar “ruddy” (vermelho, rubro) – uma perfeita representação do nosso guarda-caça favorito.

S

● Salazar – António de Oliveira Salazar foi o ditador fascista em Portugal ao mesmo tempo que Mussolini, Franco e Hitler. Ele tinha a mesma ideologia extremista de direita que os outros, exercia grande preconceito e governou usando o medo. Em HP, é um dos fundadores de Hogwarts.

● Sanguini – Um dos únicos vampiros que nós conhecemos na série. “Sanguis” é a palavra latina para “sangue”. “Sang” significa “sangue” em francês. “Sanguinary” significa “sedento por sangue” ou “sanguinário”.

● Scamander, Newt – Bruxo-zoologista que escreveu e narrou “Animais Fantásticos e Onde Habitam”. Scamander era o filho de Andrômaca e Hector. Soa como “salamandra”. Uma “newt” é uma espécie de salamandra.

● Scorpius – Como Draco, Escórpio é uma constelação de estrelas no Hemisfério Meridional.

● Scrimgeour – Uma possível conexão com o Brasão da Família? Clique no “S” na coluna da esquerda e procure pelo Brasão “Scrimgeour”. Não surpreende que ele pareça um leão. Um “scrim” é uma cortina que quando iluminada pela frente, nada pode ser visto por trás da cortina. Quando é iluminada por trás, qualquer coisa por trás da cortina pode ser visto. É o bom ministro escondendo algo? Uma possível relação com Bruto Scrimgeour, o autor de “A Bíblia do Batedor” e da introdução de “Quadribol Através dos Séculos”?

● Severo (Severus) – “Sever” significa “cortar”. Snape aparenta ter “cortado” seus laços com o Lorde das Trevas através dos cinco primeiro livros, e então com Dumbledore e a Ordem em “Enigma do Príncipe”. “Severe” significa “cruel, severo” – duas características que precisamente descrevem o Professor de Poções. “Soa muito parecido com a palavra latina “servus”, que significa “empregado, servo”. Ele ainda é um servo de Voldemort? Na história antiga, Lúcio Septímio Severo restaurou a estabilidade no Império Romano depois do tumultuoso reinado do Imperador Cômodo (ver Alvo) e da guerra civil que irrompeu em seguida ao assassinato de Cômodo. O nome Severo também é mencionado em “Mansfield Park”, de Jane Austen, um livro favorito de J.K. Rowling. Adicionalmente, São Severo (Saint Severus) de Alexandria (Egito) foi martirizado junto com São Pedro de Alexandria e São Lúcio por proclamar publicamente a fé por volta do ano de 309. Severo, Pedro e Lúcio – muita coincidência!

● Shacklebolt – Como um Auror, Kingsley é responsável por mandar bruxos do mal para Azkaban. Ambas as palavras, “shackle”(algema) e “bolt” (trancar) referem-se a prisão ou encarceramento.

● Shunpike, Stan – Um “shunpike” é uma “estrada ou caminho que as pessoas usam para evitar pagar o pedágio ou preço de passagem”.

● Sibila (Sibyll) – Sibila vem de “Sibilas”, que eram profetisas famosas na mitologia antiga. As profecias delas eram geralmente indecifráveis até que o evento tivesse passado. Em “Eneida”, de Virgílio, a Sibila era responsável por levar Enéias ao Submundo.

● Sinistra, Professor – Em latim, “sinister” significa “à esquerda”. Nas culturas antigas (como a da Babilônia), o lado esquerdo era geralmente associado com o mau, magia negra ou má sorte. Perguntamo-nos o que isso significa para a nossa queria professora de Astronomia! O lado esquerdo também é associado com o feminino, como na “linhagem feminina de uma família”. O lado esquerdo do cérebro é responsável pela lógica e pela análise – importantes qualidades para a Astronomia.

● Sirius – Nomeado em homenagem à estrela Sirius, também conhecida como O Cão Grande (Canis Major). É a estrela mais brilhante do céu, normalmente chamada de “arrojada”, o que combina com a sua personalidade. De acordo com o “O Mundo Mágico de Harry Potter: Mitos, Lendas e Histórias Fascinantes”, de David Colbert, na mitologia egípcia, a estrela Sirius é aonde se acreditava que as almas humanas viajavam depois de mortas. A estrela tinha tanta importância que todos os templos eram construídos para se alinharem com o seu caminho no céu. Arqueólogos descobriram que longos túneis ou poços de ar dentro da Grande Pirâmide fazem as estrelas ficarem visíveis durante o dia, e que a vista é a parte do céu aonde Sirius aparece. Acredita-se que as passagens tinham o objetivo de guiar as almas para Sirius. Isso é muito interessante considerando a maneira como Sirius morreu.

● Skeeter, Rita – “Skeeter” é abreviação de “mosquito”. Como a maioria das pessoas afirma, os mosquitos estão entre as criaturas mais irritantes do planeta.

● Smith – O nome mais comum. Derivado da palavra anglo-saxônica “Smitan”, que significa “golpear”.

● Snape – Uma cidade na Inglaterra. Também baseado em uma pessoa que J.K. Rowling conhecia.

● Sonserina (Slytherin)’ – Soa como “Slither” (escorregar), como em serpentear ou escorregar como uma cobra. Não é por acaso que a Casa Sonserina (Slytherin) é representada por uma cobra. Salazar Slytherin também era um Ofidioglota (nome para aqueles que conseguem falar com cobras). Sonserinos são conhecidos por serem indivíduos maliciosos e ardilosos (“sly”) e as cobras são conhecidas por serem criaturas muito ardilosas (“sly”).

● Sprout, Professor – Um nome conveniente para uma professora de Herbologia. “To sprout” significa “brotar e crescer”.

● Susana (Susan) – Abreviação de Susannahn. Derivado da forma hebraica “Shoshana” que significa “lírio ou rosa”.

T

● Thicknesse – Um sobrenome incomum. Pode significar “língua grossa” da palavra Proto-Germânica “nessye” (ou “nessieh”), que significa “língua”. Fora isso, pode simplesmente ser uma derivação do “ness” de nomes de lugares, que significa “capa” ou “título”.

● Tiago (James) – Significa “suplantador”. Para “substituir” é “tomar o lugar ou substituir, especialmente através de intriga ou táticas desleais.” James/Tiago também era um apóstolo de Jesus.

● Tom – Significa “gêmeo”.

● Tom Marvolo Riddle – Se você reorganizar as letras, forma: “Eis Lord Voldemort”. O nome “Tom” significa “gêmeo”.

● Tonks – “Tonk” significa “um bobo ou um idiota”, “um golpe poderoso” e “golpear”. Isso definitivamente se relacionaria com a falta de jeito da Tonks.

● Trelawney – Trelawney é uma família da Cornualha que remonta aos dias Saxões. Em 1668, Jonathan Trelawney se tornou Deão de St. Buryan, mais tarde Bispo de Rochester, e foi um dos sete Bispos encarcerados na Torre de Londres. Ele foi um dos assuntos da música cornualha “And Shall Trelawney die” (E Trelawney Deve Morrer – em tradução livre). Aparentemente, a música é/era o Hino Nacional da Cornualha. Trelawney é também uma área na Cornualha, Inglaterra.

● Trevo (Trevor) – Um sobrenome originalmente de um lugar, que significa “vila grande”. Do galês, “tref” significa “vila” e “mawr” significa “grande”.

U

● Umbridge – Soa como “umbrage” (ofensa), que é “um sentimento de raiva causado por uma ofensa”. Em latim, “umbra” sognifica “sombra, trevas ou fantasma” e pode também ser interpretada como “inveja ou suspeitas de alguém” ou “frustrar os planos ou desejos de alguém”. A frase “to take umbridge” significa “causar ofensa ou criar problemas”. Com certeza ela faz isso com o Harry. O plural “umbrae” significa “sombra”. No contexto, pode ser usado como “fazer sombra” ou “seguir outros indivíduos” – assim como Umbridge faz com o Ministro da Magia.

V

● Vane, Romilda – Da palavra inglesa “vain” (convencido, presunçoso) – porque é exatamente assim que ela se encontra em Enigma do Príncipe.

● Vector, Professor – Um “vector” (vetor) é uma “quantidade matemática completamente especificada por uma magnitude e uma direção”.

● Vítor (Viktor) – O primeiro nome dele significa “o vitorioso” – apropriado para o melhor apanhador na Copa Mundial de Quadribol.

● Vitória (Victoire) – ‘Victory’ em francês ou ‘Vitória’ em português. É também o feminino de Victor ou Vitor.

● Voldemort, Lord – Existiu um bruxo das trevas na época medieval chamado Voldermortist. Em outra língua, Voldermortist significa “Lorde do Mal” ou “Lorde das Trevas”. Diz a lenda que Voldermortist tentou destruir Merlin antes do tempo do Rei Arthur (Sr. Weasley?) enfeitiçando pessoas boas e subornando aquelas que já eram más. A lenda diz que Merlin destruiu Voldermortist usando um simples Feitiço Paralisante (Feitiço do Corpo Preso?), deu-o de comer para a Besta de Várias Cabeças (Fofo?) do lago, o animal da Dama do Lago (Lula Gigante?), libertou todas as pessoas enfeitiçadas e destruiu o homem malvado. Isso foi, talvez, doze ou treze anos antes de Arthur (quanto tempo se passou desde a destruição de Voldemort até Harry começar Hogwarts). Em várias línguas européias, “mort” ou “mord” refere-se a “morte ou mau”. Em francês “vol-de-mort” significa “vôo para a morte” (significando escapar da morte). Também em francês, “vol” é traduzido como “o ato de roubar”, dando ao nome de Voldemort o significa alternativo “tapear a morte”. Em norueguês e dinamarquês, “vold” significa “violência”. Em dinamarquês, “volde” significa “causar” e pode ter sido derivado do latim “valde”, que significa “grande, extremamente, firmemente, poderosamente”. Usando essas definições, o nome de Lord Voldemort significaria “morte excessiva, grande ou extrema”

W

● Walburga (Black) – A mãe de Sirius. “Walburga” significa “domínio da fortaleza”, do alemão “wald” significando “domínio” e “burg” significando “fortaleza”. Santa Walburga era o nome de uma santa do século XVIII que fez trabalho missionário na Alemanha. Walburga também é outra forma para a palavra “Walpurgis” (como em Cavaleiros de Walpurgis) – o nome original de J.K. Rowling para os Comensais da Morte. A noite de Walpurgis (1º de maio) era a noite em que as bruxas festejavam.

● Weasley – Do site de J.K. Rowling, as doninhas eram conhecidas por ter uma má reputação, especialmente na Irlanda, como um animal de má-sorte. E bem, os Weasleys são infelizes porque eles são pobres. J.K. Rowling disse: “Rony foi o único dos três personagens principais cujo sobrenome nunca mudou; ele sempre foi um ‘Weasley’ do começo ao fim. Na Grã-Bretanha e na Irlanda, as doninhas têm uma má reputação como um animal infeliz, até mesmo malévolo. Contudo, desde a infância eu tenho um grande afeto pela família Mustelidae; não tanto maligno quanto nocivo, na minha opinião”. Os Weasleys e as doninhas compartilham do cabelo ruivo. Os Weasleys moram perto de Ottery St. Catchpole, e é interessante que uma família com “weasel” (doninha) no nome more perto de uma cidade que tem “otter” (lontra) em seu nome (uma lontra é um membro da família das doninhas). Também, em Cálice de Fogo, o grupo todo vai ao Morro Stoatshead para pegar a Chave do Portal para a Copa Mundial de Quadribol. Um “stoat” (arminho) é outro parente da família das doninhas.

● Wilhelmina (Grubbly-Plank) – Em alemão, esse nome significa “desejo de proteger”. Isso pode explicar porque a professora ensina Trato das Criaturas Mágicas.

● Wulfrico (Wulfric) – São Wulfrico foi descrito como um ermitão. J.K. Rowling caracterizava Dumbledore como um solitário. São Wulfrico era um conhecedor do mundo, como Dumbledore também era. São Wulfrico nasceu em Bristol, a mesma cidade que Hagrid sobrevoou de Godric’s Hollow. São Wulfrico supostamente tinha o dom da profecia.

X

● Xenofílio (Xenophilius) – “Xenofobia” é o termo usado para “medo ou aversão de estranhos ou estrangeiros” e “xenofilia” significa “amor ou afeição por coisas ou pessoas estranhas”. Explica o amor de Xenofílio por todas as coisas estranhas.

Y

Z

● Zabini – Derivado da tribo Sabine.

● Zacarias (Zacharias) – Forma grega de Zechariah. Do nome hebreu “Zekaryah”, que significa “lembrar-se de Deus”. Zacarias foi um profeta do Antigo Testamento e o pai de João Baptista no Novo Testamento, que foi deixado temporariamente mudo por sua descrença.

 

 

Bibliografia:
An Etymological Dictionary of Family and Christian Names With an Essay on their Derivation and Import (1857)
Dictionary of American Family Names, Oxford University Press
Henry Harrison, Surnames of the United Kingdom, A Concise Etymological Dictionary; Vol.1 & 2.; The Eaton Press, London, S.W; 1912.
Grimm, Jacob, Grimm’s Teutonic Mythology (1888)
Condos, Theony; Hyginus (1997). Eratosthenes. ed. Star Myths of Greeks and Romans: A Sourcebook. Grand Rapids: Phanes Press.

Web*:
www.behindthename.com
nomes.netsaber.com.br
www.billcasselman.com
www.britishsurnames.co.uk
www.americansurnames.us
www.ancestry.com
www.searchforancestors.com
www.theoi.com
www.maicar.com
www.catholicity.com/encyclopedia
www.ieed.nl
www.britannica.com
* sites consultados entre Novembro de 2009 e Julho de 2010

Veículos:
WikipediA
Harry Potter Wiki
Madame Pince
Conteúdo Potterish

Trabalho por: Daniel Souza em 29/07/2010
Postado por: Daniel Mählmann em 30/07/2010
Parte do texto original extraído do site Mugglenet, aqui.

2 Responses to “Personagens”

  1. Perhaps in no other building built was allowed to offer the vacationers news that visit
    their city. In December, his ruthlessness captured in Joseph Conrad’s japanese Heart of Darkness.

  2. Dolores Garcia disse:

    Boa tarde!
    Estou enviando este e-mail, pois me interessei muito por seus produtos e gostaria de saber
    seria possível eu estar recebendo amostra para conhecer melhor sua marca. E assim, futuramente começar
    a adquirir. Seria viável?
    Grata pela atenção.

Leave a Reply