Severo Snape

“ – Harry Potter. A nossa nova celebridade.”
PF, cap. 8, pág. 120
“ – Posso ensinar-lhes a engarrafar fama, a cozinhar glória, até a zumbificar, se não forem o bando de cabeças-ocas que geralmente me mandam ensinar.”
PF, cap. 8. pág. 120

“ – Ou vai ver – disse uma voz muito seca atrás deles – está esperando para saber por que vocês dois não chegaram no trem da escola.
CS, cap. 5, pág. 40

“ – Então – disse com suavidade – o trem não é bastante bom para o famosos Harry Potter e seu leal escudeiro Weasley. Queriam chegar acontecendo, não foi, rapazes?” CS, cap. 5, pág. 73

“ – Se me permite falar, diretor – disse Snape de seu lugar na sombras, e Harry sentiu seus maus pressentimentos aumentarem; tinha certeza de que nada que Snape tivesse a dizer iria beneficiá-lo.
“ Talvez Potter e seus amigos simplesmente estivessem no lugar errado na hora errada”, disse ele, um ligeiro trejeito de desdém lhe encrespando a boca como se duvidasse do que dizia. “ Mas temos um conjunto de circunstâncias suspeitas neste caso. Por que é que estavam no corredor do andar superior? Por que não estavam na Festa das Bruxas?”  CS, cap. 9, pág. 125

“ – Cinco pontos a menos para a Grifinória – anunciou ele, varrendo, assim, o sorriso de todos os rostos. – Eu disse para não ajudá-lo, Srta. Granger. A turma esta dispensada. ” PdA, cap. 7, pág. 108

“ – Srta Granger – disse o professor com uma voz lentamente calma -, eu tinha a impressão de que era eu que estava dando aula e não a senhorita […] ” PdA, cap. 9, pág. 142

“ – Esta é a segunda vez que a senhorita fala sem ser convidada – disse Snape francamente. – menos cinco pontos para Grifinória por ter uma intragável sabe-tudo.” PdA, cap. 9, pág. 143

“ – Você tem o hábito de aparecer em lugares inesperados, Potter, e raramente sem uma boa razão.” PdA, cap. 14, pág. 250

 

“ – Não saia culpando Dumbledore pela determinação de Potter de desobedecer às regras. Ele não tem feito nada exceto transgredir limites limites desde que chegou aqui.”
CdF, cap. 17, pág. 250

“ – Por mais fascinante, sem dúvida, que seja sua vida social, Srta. Granger – disse uma voz gélida bem atrás deles -, devo lhe pedir para não discuti-la em minha aula. Dez pontos a menos para Grifinória.”
CdF, cap. 27, pág. 467

“ – Por mais debilóides que sejam alguns alunos desta turma, eu espero que obtenham no mínimo um ‘Aceitável’ no seu N.O.M., ou terão de enfrentar o meu… desagrado.”
OdF, cap. 12, pág. 194

“ – A mente não é um livro que se abre quando se quer e se examina ao bel-prazer.”
OdF, cap. 24, pág. 433

“ – O Lorde das Trevas, por exemplo, quase sempre sabe quando alguém está mentindo para ele. Somente os peritos em Oclumência podem ocultar os sentimentos e lembranças que contradiriam a mentira, e conseguem dizer falsidades em sua presença sem serem apanhados.”
OdF, cap. 24, pág. 433

“- As Artes das Trevas são muito variadas, inconstantes e eternas. Combatê-las é como combater um monstro de muitas cabeças, no qual, cada vez que cortamos uma cabeça, surge outra ainda mais feroz e inteligente do que a anterior. Vocês estão combatendo algo que é instável, mutável e indestrutível.”
EdP, cap. 9, pág. 142

“ – Outros dez pontos a menos para a Grifinória. Eu não esperaria nada mais sofisticado do senhor, Ronald Weasley, um rapaz tão sólido que é incapaz de aparatar dos centímetros em uma sala.”
EdP, cap. 21, pág. 361

“ – Oh, muito bem – interrompeu-o Snape, encrespando desdenhosamente os lábios. – Sim, é fácil verificar que não desperdiçamos quase seis anos de estudo de magia com você, Potter. ‘Fantasmas são transparentes. ’”
EdP, cap. 21, pág. 361

“ – Bloqueando outra vez e outra e mais outra, até você aprender a manter a boca e a mente fechadas, Potter!”
EdP, cap. 28, pág. 473

“ – NÃO ME CHAME DE COVARDE!”
EdP, cap. 28, pág. 474

“ – Olhe…. para… mim” – ele sussurrou. Os olhos verdes encontraram os negros, mas após um segundo, alguma coisa nas profundezas da escuridão desapareceu , deixando-os fixos e vazios. A mão que segurava Harry foi ao chão, e Snape não se moveu mais.”
RdM, cap. 32, pág. 511

“ – Sempre.”
RdM, cap. 33, pág. 534

Leave a Reply