Rony Weasley

“ – É meio pequeno – disse Rony depressa. – Nada como aquele quarto que você tinha na casa dos trouxas. E estou bem debaixo do vampiro no sótão, sempre batendo nos canos e gemendo…
Mas Harry, com um grande sorriso, disse:- Esta é a melhor casa que eu já visitei.As orelhas de Rony ficaram vermelhas.” CS, cap. 3, pág. 41

“- Por que – perguntou Rony, apanhando o horário dela – você sublinhou com coraçõezinhos as aulas de Lockhart?” CS, cap.6, pág 86

“- Por que alguém iria querer comemorar o dia em que morreu? – exclamou Rony, que estava quase terminando o dever de Poções, mal-humorado. – Me parece uma coisa mortalmente deprimente…” CS, cap.8, pág. 115

“- Eu sempre soube que Salazar Slytherin era um velho maluco e tortuoso – contou Rony a Harry e Mione enquanto tentavam passar pelo corredor apinhado de alunos ao fim das aulas, para guardarem as mochilas antes do jantar. – Mas não sabia que ele é quem tinha começado toda essa história de puro-sangue. Eu não ficaria na casa dele nem que me pagassem. Francamente, se o Chapéu Seletor tivesse tentado me mandar para Sonserina, eu teria tomado o trem de volta para casa…” CS, cap. 9, pág. 133

“- Eu… não …gosto … de aranhas – disse Rony muito tenso.” CS, cap.9, pág. 135

“- Eu nunca pensei que veria o dia em que você nos convenceria a desrespeitar o regulamento – disse Rony – Muito bem, nós topamos. Mas unhas dos pés não, está bem?” CS, cap. 4, pág. 144

“- “Então o Dobby impediu a gente de pegar o trem e quebrou o seu braço…” Ele abanou a cabeça. “ Sabe de uma coisa, Harry? Se ele não parar de tentar salvar sua vida vai acabar matando você”.” CS, cap. 11, pág. 159

“- Siga as aranhas –disse Rony, fraco, limpando a boca na manga. – Não vou perdoar o Hagrid nunca. Temos sorte de estar vivos.” CS, cap. 15, pág. 238


“Para que é que você vai fazer Estudo do Trouxas? – perguntou Rony revirando os olhos para Harry. – Você nasceu trouxa! Sua mãe e seu pai são trouxas! Você já sabe tudo sobre trouxas.
– Mas vai ser fascinante estudar os trouxas no ponto de vista dos bruxos – disse Hermione muito séria.
– Você esta planejando comer ou dormir esse ano, Mione? – perguntou Harry, enquanto Rony dava risadinhas abafadas. A garota não ligou para os dois.”
PdA, pág. 52, cap. 4

“Não vou aturar nenhum desaforo de Draco este ano – disse cheio de raiva. – Estou falando sério. Se ele disser mais uma piadinha sobre a minha família, ou agarrar a cabeça dele e… ”
PdA, pág. 71, cap. 5

“Você precisa mandar examinar a sua visão interior.”
PdA, pág. 90, cap. 6

“Essa foi a melhor aula de Defesa Contra as Artes da Trevas que já tivemos, vocês não acham? – disse Rony excitado quando refaziam o caminho até a sala de aula para apanhar as mochilas.”
PdA, pág. 117, cap. 7

“-Eu não preciso de ajuda – sussurrou Rony. – É óbvio o que isto significa. Vai haver um nevoeiro daqueles hoje à noite.”
PdA, pág. 241, cap. 15

Vamos buscar você, quer os trouxas gostem ou não, você não pode perder a Copa, só que mamãe e papai acham que é melhor a gente primeiro fingir que está pedindo permissão. Se eles disserem sim, mande logo Píchi com a sua resposta, e iremos buscar você às cinco horas no domingo. Se eles disserem não, por favor, mande Píchi de volta depressa e iremos buscá-lo no domingo às cinco horas, assim mesmo. […] Percy começou a trabalhar no Departamento de Cooperação Internacional em Magia. Não fale em ir para o exterior enquanto estiver aqui a não ser que queira que ele lhe arranque as calças pela cabeça.” [carta para o Harry]
CdF, pág. 34, cap. 3

“-Eu já disse a vocês que inventei uma vassoura que pode chegar a Júpiter?”
CdF, pág. 104, cap. 9.

“-Ah, pensem só nas possibilidades – disse Rony sonhando – Teria sido muito mais fácil empurrar Malfoy de uma geleira e fazer parecer acidente…”
CdF, pág. 136, cap. 19

“-Hum, essa é a sua nova posição em favor dos direitos dos elfos? – perguntou Rony. – Em vez de não comer, comer depressa para vomitar?”
CdF, pág. 160, cap. 13

“-Aaaaah – exclamou Rony, imitando o sussurro místico da professora – quando dois Netunos aparecem no céu é um sinal seguro de que um anão de óculos está nascendo, Harry…”
CdF, pág. 162, cap. 13.

“-Posso dar uma olhada no seu Urano, também, Lilá? – perguntou Rony.”
CdF pág. 163, cap. 13

“-Porque quero gravar isso na memória para sempre. – disse Rony, com os olhos fechados e uma expressão de enlevo no rosto. – Draco Malfoy, a fantástica doninha quicante…”
CdF, pág. 167, cap. 13

“-Que é isso? – disse Rony, apontando uma grande travessa com uma espécie de ensopado de frutos do mar ao lado de um grande pudim de carne e rins.
Boujilabaisse. – disse Hermione.
-Para você também! – respondeu Rony.”
CdF pág. 202, cap. 16

“-É, Percy não iria querer trabalhar para ninguém que tivesse senso de humor, não é mesmo? – disse Rony, agora começando a comer a bomba de chocolate. – Percy não reconheceria uma piada nem que ela dançasse pelada na frente dele, usando só o abafador de chá do Dobby na cabeça.”
CdF, pág. 305, cap. 21

“-Vítor? – disse ele. – Ele ainda não lhe pediu para chamá-lo de Vitinho?”
CdF, pág. 334, cap. 23

“-Lá vai você, Harry! – gritou Rony sobrepondo-se ao tumulto. – Afinal você não agiu como débil, revelou fibra moral!”
CdF, pág. 402, cap. 26

“[Hermione] – Será que vocês nunca vão ler Hogwarts: Uma História
-Para quê? – respondeu Rony. – Você conhece o livro de cor, é só a gente lhe perguntar.”
CdF, pág. 435, cap. 28.

“Hermione franziu a testa.
-Ele não é doido de pedra, Rony.
-A ambição da vida dele é ter a cabeça cortada e montada em uma placa como fizeram com a mãe dele – argumentou Rony irritado. – Isso é normal, Mione?”
OdF, pág. 66, cap. 4

“-Vou fazer Goyle escrever cem vezes a mesma frase, ele vai morrer, odeia escrever. – disse Rony alegremente. E baixando a voz para imitar os grunhidos de Goyle, contraiu o rosto fingindo dolorosa concentração e escreveu no ar – Eu… não… devo… ter… cara… de… bunda… de macaco.”

“-Os gorros desapareceram. Parece que os elfos domésticos afinal querem ser liberados.
-Eu não confiaria nisso – disse Rony, em tom cortante. – Talvez não contem os gorros como roupas. Eu não achei que parecessem gorros, pareciam mais bexigas de lã.”
OdF, pág. 214 , cap. 13

“-Espero que a chuva passe. Que é que você tem, Hermione?
Ela também estava olhando para a janela, mas não parecia que realmente a visse. Seus olhos estavam desfocados e havia rugas em sua testa.
-Estava só pensando… – respondeu, enrugando a testa para a janela lavada de chuva.
-Em Siri… Snuffles? – perguntou Harry.
-Não… não é bem nele… – disse Hermione lentamente. – Estou mais me questionando… Suponho que a gente esteja fazendo a coisa certa… acho… não está?
Harry e Rony se entreolharam.
-Bom, isso esclarece tudo – disse Rony. – Teria sido muito chato se você não tivesse se explicado com clareza.”
OdF, pág. 311 , cap. 18

“-Bom, sempre achamos que íamos ser reprovados nesse. – comentou Rony sombriamente ao subirem a escadaria de mármore. Ele acabara de fazer Harry se sentir bem melhor contando em detalhe que dissera ao seu examinador estar vendo um homem feio com uma verruga no nariz em sua bola de cristal, e quando ergueu os olhos percebeu que estava apenas descrevendo o reflexo do examinador.”
OdF, pág. 581, cap. 31

“-Sério, Harry, são cérebros… olhe… Accio cérebro!”
OdF, pág.645, cap. 35

“-‘Clube do Slug,’ – repetiu Ron com uma zombaria típica do Malfoy. – É patético. Bem, eu espero que você desfrute sua festa. Por que você não tenta ir com McLaggen, aí Slughorn poderia fazer de vocês o Rei e a Rainha Slug?”
EdP, pág. 221 , cap. 14

“-Morre – disse Rony simplesmente. – Fred e George tentaram me pegar para fazer um quando eu tinha mais ou menos uns 5 anos. Eu quase fiz isso também, eu estava pegando com as mãos e tudo com o Fred quando papai achou a gente. Ele saiu do sério, – disse Rony, com chamas nos olhos dele. – Foi a única vez que vi papai tão zangado quanto a mamãe, Fred contou que a nádega esquerda dele nunca mais voltou a ser a mesma desde então.”
EdP, pág. 255, cap. 16

“-Adoro você, Hermione!”
EdP, pág. 353 , cap. 21

“-Estaremos lá, Harry, – disse Rony.
-Quê?
-na casa dos seus tios, – respondeu Rony – acompanharemos você, aonde for.”
EdP, pág. 510, cap. 30

“-Estamos com você [Harry] para o que der e vier.”
EdP, pág. 510, cap. 30

“-Pelas calças de Merlim, como foi que você conseguiu pôr a mão nesses livros sobre Horcruxes?”
RdM, pág. 84 , cap. 6

“-Que aconteceu? Se é outro ataque maciço de aranhas, eu quero o meu café da manhã antes de…”
RdM, pág. 150 , cap. 10

“-Abençoado seja – disse Rony carinhosamente – e só de pensar que já imaginei decepar a cabeça dele e pendurá-la na parede!”
RdM, pág. 188 , cap. 12

“-Eu estou morrendo de fome! Depois que quase morri de tanto sangrar, só comi uns dois cogumelos!”
RdM, pág. 226 , cap. 15

“-Hermione, você é um gênio! Um gênio completo! Não acredito que nos safamos!”
RdM, pág. 330 , cap. 22

“-Você está parecendo o Hagrid, – disse Rony. – É um dragão, Hermione, sabe se cuidar.”
RdM, pág. 427 , cap. 27

“-Bem, não sei como lhe dar a notícia, – continuou Rony – mas acho que eles talvez tenham notado que arrombamos o Gringotes.”
RdM, pág. 427 , cap. 27

“-Caramba, Neville – exclamou Rony – tem hora e lugar para se fazer gracinhas.”
RdM, pág. 446 , cap. 29

“-SE NOS MORRERMOS POR CAUSA DELES, VOU MATAR VOCÊ, HARRY!”
RdM, pág. 492, cap. 31

“-E essa é a segunda vez que salvamos sua vida esta noite, seu filho-da-mãe de duas caras!”
RdM, pág. 501, cap. 32

“-Se você não for para a Grifinória, nós o deserdaremos, – disse Rony, – mas não estou pressionado ninguém.”
RdM, pág. 587

 

  1. Para que é que você vai fazer Estudo do Trouxas? – perguntou Rony revirando os olhos para Harry. – Você nasceu trouxa! Sua mãe e seu pai são trouxas! Você já sabe tudo sobre trouxas.

 – Mas vai ser fascinante estudar os trouxas no ponto de vista dos bruxos – disse Hermione muito séria.

– Você esta planejando comer ou dormir esse ano, Mione? – perguntou Harry, enquanto Rony dava risadinhas abafadas. A garota não ligou para os dois.

Leave a Reply