Erros factuais, propositais e outros

Erro factual

● Na cena imediatamente após a viagem no tempo de Harry e Hermione, ela diz: “São 7:30.” O relógio, no entanto, está badalando em uma hora fechada, não a metade de uma hora.

● Quando Harry está batendo em Malfoy e nos dois sonserinos na frente da casa dos gritos, ele agarra um pelo cachecol e o gira. O centro das rotações deveria ser na ponta do cachecol (onde Harry segura), mas como não tem nenhum contra-peso real para o garoto, ele tem que equilibrar apenas seu corpo, que move o centro de rotação para sua direção.

Erro “propositais”

● Foi uma decisão proposital do diretor para mudar a geografia de Hogwarts, mas ainda assim gera problemas de continuidade. A maioria das cenas com Bicuço acontecem próximas a cabana de Hagrid, que fica depois de todos aqueles degraus e perto da floresta. No entanto, em “Pedra Filosofal”, a cabana de Hagrid fica a uns 5 segundos de uma das entradas principais da escola, nem um pouco perto de tantos degraus e de uma colina. O Salgueiro Lutador(também muito diferente) está nos terrenos do castelo, na terra plana que vemos quando Harry e Ron pousam com o carro voador em “Câmara Secreta”, no entanto neste filme, ele fica bem próximo à escola próximo a um terreno bem rochoso.

● Quando Harry larga o Monstruoso Livro dos Monstros, na primeira tomada que mostra os pés de Harry quando o livro vai em sua direção, ele dá alguns passos para trás e para de pé em cima da cama. No entanto, na tomada mostrando a lareira ao fundo, há muito mais espaço no chão que antes, entre o tapete e a cama para Harry poder continuar correndo para trás.

● Na primeira tomada exterior através da porta do quintal, enquanto os Dursleys comem, a janela da cozinha e o set abaixo são vistos bem longe da pequena varanda branca. Mais tarde, quando Válter cai no chão enquanto Guida flutua para longe, Petúnia corre para ajudá-lo e agora a janela da cozinha, numa suposta parede de tijolos, está bem ao lado da pequena varanda branca! E mais absurdo ainda, a casa inteira está numa tomada aberta do filme e aquela parte do meio da parede está faltando.

● A música “Something Wicked This Way Comes” é cantada na cena por um coral de maioria feminina. No entanto, para ouvidos atentos, é possível dizer que a música é cantada por um coral de meninos.

● Durante a aula de Defesa Contra as Artes das Trevas com o bicho-papão, o dublê de corpo de David Thewlis (Lupin) é bem evidente quando visto de perto, de cabeça erguida e em tomadas laterais. Falando nisso, dublês de Emma Watson e outros atores são bem perceptíveis em várias tomadas lentas.

● Na casa dos Gritos, quando Harry grita: “Expelliarmus!” há um close-up de Snape e obviamente não é Alan Rickman voando para trás por cima da cama.

● As asas do hipogrifo são bem menores fechadas do que quando ele está voando. De acordo com os animadores, as asas teriam que ser enormes para carregar o peso do hipogrifo ao voar, mas tão grandes que arrastaria no chão quando fechadas. Então eles fizeram as asas menores propositalmente.

Outros

● Durante a cena do Salgueiro Lutador, Hermione de fato diz Rupert, não Ron. Ela diz rápido, mas eu não sou o único que a escuta dizer Rupert. Ela definitivamente diz Rupert. Já ouvi umas três vezes para ter certeza. [Pessoas costumam diferir suas opiniões- uns acreditam que ela diz Rupert, outros pensam que ela diz outra coisa.]

● Na versão holandesa do DVD de Prisioneiro de Azkaban, você pode escolher entre o áudio em inglês ou em holandês. Durante a aula sobre lobisomens de Snape, ele pede a turma que abra na “página 394”. Na versão com áudio em holandês Snape pede que abra na “página 349” (Considerando a forma que os holandeses pronunciam números é um erro compreensível, mas ainda assim um erro), e acontece sempre que Snape fala o número da página. No entanto, as legendas em holandês colocam a tradução correta do número da página.

● Quando Harry está falando com Arthur Weasley no Caldeirão Furado, o número ‘301’ (com números brancos) digitalmente aparece bem embaixo do pôster de procurado. As pessoas responsáveis esqueceram-se de remover. O número de Sirius Black é ‘390’ (com números pretos) – e está escrito no papel que Sirius segura.

● Quando Harry ganha o mapa de Fred e Jorge, ele lê o mapa, um dos gêmeos bate com a varinha e o conteúdo some. Mas o texto à esquerda, na sombra das páginas dobradas, não some.

Tradução: Fernando Abreu
Revisão: Larissa França

Leave a Reply